Alckmin anuncia redução de gastos para 2015

GERALDO ALCKMIN REUNIÃO 02.01.2015 SÃO PAULO NÃO PODE PARAR

Governador realizou primeira reunião com novo secretariado após posse para a gestão 2015-2018

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador Geraldo Alckmin concede entrevista coletiva após reunião com secretários

    Governador Geraldo Alckmin concede entrevista coletiva após reunião com secretários

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador e secretários chegam para primeira reunião do novo mandato

    Governador e secretários chegam para primeira reunião do novo mandato

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador Geraldo Alckmin conduz primeira reunião do secretariado no novo mandato

    Governador Geraldo Alckmin conduz primeira reunião do secretariado no novo mandato

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador Geraldo Alckmin e o vice Márcio França, que também é secretário de Desenvolvimento Econômico

    Governador Geraldo Alckmin e o vice Márcio França, que também é secretário de Desenvolvimento Econômico

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Reunião do secretariado com o governador Geraldo Alckmin

    Reunião do secretariado com o governador Geraldo Alckmin

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador Geraldo Alckmin concede entrevista coletiva após reunião com secretários

    Governador Geraldo Alckmin concede entrevista coletiva após reunião com secretários

  • Download Foto: A2 Fotografia / Bruno Santos

    Governador e secretários chegam para primeira reunião do novo mandato

    Governador e secretários chegam para primeira reunião do novo mandato

O governador Geraldo Alckmin realizou nesta sexta-feira, 2, a primeira reunião com o novo secretariado após a posse para a gestão 2015-2018. Durante o encontro, o governador anunciou o corte de 15% dos cargos comissionados, de 10% dos gastos com custeio do Estado e o contigenciamento de 10% do orçamento discricionário, aproximadamente R$ 6,6 bilhões das despesas previstas para o ano.

Os cortes dos cargos e do custeio valem para todas as secretarias. Já a suspensão do uso de parte do Orçamento tem relação com o desaquecimento da economia. De acordo com o Alckmin, o Estado não pode contingenciar o dinheiro da dívida, de pessoal, transferência de recursos para municípios e para precatórios.
“É uma medida de natureza fiscal importante. Não sabemos ainda no começo do ano como é que vai se comportar a receita. À medida em que a economia for crescendo, vamos descongelar. A iniciativa é para não termos problemas no futuro,” explicou.
De acordo com o governador, outras medidas de eficiência do gasto público serão tomadas. “É fazer mais, fazer melhor com menos dinheiro, esse é o objetivo,” finalizou.
Do Portal do Governo do Estado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: