Região Oeste da Grande São Paulo elege 5 deputados estaduais e 2 federais

castelo branco barueri

No geral, a campeã de votos mais uma vez foi Bruna Furlan, que embora tenha sido reeleita com 178.606, não conseguiu repetir os 270.661 da eleição anterior, quando foi uma das mais votadas do país.

Maximiliano Soriani (maximiliano@webdiario.com.br)

As eleições 2014 proporcionaram poucas mudanças nos quadro de deputados estaduais e federais na Região Oeste da Grande São Paulo. O número de parlamentares se manteve o mesmo se compararmos a atual e com a próxima legislatura. A região passa de seis deputados estaduais para cinco. Contudo, para federal, a região que só conta com um, passará a ter dois a partir de 2015.

As três novidades da região para 2015 serão Valmir Prascidelli (PT), que conquistou uma vaga na Câmara Federal, além de Gil Lancaster (DEM) e Igor Soares (PTN) na Assembleia Legislativa.

Prascidelli agradou 84.419 eleitores, já o trabalho de Lancaster garantiu 107.841 votos e Soares levou a melhor com 46.785, ficando com uma das duas vagas de seu partido.

No geral, a campeã de votos mais uma vez foi Bruna Furlan, que embora tenha sido reeleita com 178.606, não conseguiu repetir os 270.661 da eleição anterior, quando foi uma das mais votadas do país.

Em seguida, outro barueriense. O recém-eleito deputado estadual Gil Lancaster alcançou a segunda maior votação de um candidato da região, consolidando o esforço do prefeito de Barueri Gil Arantes, que apadrinhou Lancaster na eleição.

Entre os reeleitos, Marcos Neves (PV) adquiriu ampla margem de votos, com 105.849 no total. Crescimento importante se comparado com os 54.759 votos de 2010. Com tal crescimento, Neves se fortalece para a eleição municipal de 2016, caso venha a concorrer.

Para Celso Giglio, a apuração foi apertada. Disputando voto a voto com o colega tucano João Caramez, entrou na última colocação de sua coligação com 76.471. Em 2010, Giglio teve dias melhores com votação total de 91.289 na ocasião.

O petista Marcos Martins estava em 19º colocado em 2010 com 80.131 votos. Embora tenha um ligeiro aumento com seus 83.879 votos de ontem, ficou na quinta colocação, o que revela redução dos votos do Partido dos Trabalhadores.

Da atual legislatura, ficaram de fora Isac Reis (PT), João Caramez (PSDB) e Osvaldo Vergínio (PSD). No caso do petista, ele concorreu sob júdice e adquiriu 46.992 votos. Caramez por pouco não entrou em uma das 37 vagas de sua coligação, ficando como 38º colocado com 75.864 votos. Já no caso de Vergínio, os 46.116 votos obtidos não foram suficientes. Vale ressaltar que em 2010, ele conquistou 64.242 e ficou como suplente, mas entrou na Assembelia Legislativa pau-lista no início de 2013.

Deputados Federais eleitos

Deputado Partido Votos

Bruna Furlan (PSDB) 178.606

Valmir Prascidelli (PT) 84.419

Deputados estaduais eleitos

Deputado Partido Votos

Celso Giglio (PSDB) 76.471

Gil Lancaster (DEM) 107.841

Igor Soares (PTN) 46.785

Marcos Martins (PT) 83.879

Marcos Neves (PV) 105.849

No geral, a campeã de votos mais uma vez foi Bruna Furlan, que embora tenha sido reeleita com 178.606, não conseguiu repetir os 270.661 da eleição anterior, quando foi uma das mais votadas do país.

Maximiliano Soriani (maximiliano@webdiario.com.br)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: