Fundo de pensão da Petrobras perde meio bilhão, diz jornal

Investimentos feitos pelo Petros não conseguem sequer cobrir a taxa de administração cobrada

Pedro Lobo/Bloomberg News

Tanques da Petrobras na refinaria da companhia em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro

Tanques da Petrobras: conselho fiscal rejeitou contas do Petros

 

São Paulo – O fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, Petros, sofreu uma perda de 500 milhões de reais (em valores reajustados) nos últimos 5 anos, de acordo com reportagem publicada neste domingo pelo jornal O Globo.

Segundo o texto, esta é a primeira vez que as contas da entidade foram rejeitadas pelo conselho fiscal da companhia.

O jornal cita também que o déficit operacional do Petros chegou a 2,8 bilhões de reais no principal plano de benefícios dos funcionários da estatal em 2013.

Ao que parece, os investimentos feitos pelo fundo de pensão não conseguem sequer cobrir a taxa de administração cobrada, prejudicando quem contribui (ou já contribuiu) para aposentadoria.

Apesar dos números negativos, o conselho deliberativo da Petrobras, hierarquicamente superior ao fiscal, aprovou as contas e abriu uma crise interna no fundo de pensão, ainda de acordo com a reportagem de O Globo.

Maré de más notícias

A maior empresa brasileira vive uma maré de más notícias, principalmente por conta da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: