Arquivos Mensais: março \27\UTC 2012

Em Barueri, pessoas com deficiência têm atendimento médico especializado

Atendimento de fisioterapia realizado na Sec. dos D. da Pessoa com Deficiência – Foto Secretaria de Comunicação Social de Barueri/SP

A Prefeitura de Barueri oferece tratamento e atendimento médico especializado para pessoas com deficiência, através do Departamento Técnico de Assistência à Saúde da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

 

A equipe é formada por profissionais como médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacional, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas. O trabalho da equipe de médicos é desenvolver e articular ações e programas de atendimento de média complexidade em saúde para as pessoas com deficiência, nas áreas da reabilitação e ambulatório, no intuito de minimizar as dificuldades e proporcionar a funcionalidade e autonomia destas pessoas.

 

As pessoas com deficiência que são encaminhadas pelos serviços do município ou que, espontaneamente, procuram os programas de atendimento do Departamento Técnico de Assistência à Saúde, são acolhidas pelos profissionais do Serviço Social e de demais áreas. A partir da demanda apresentada, são submetidas à triagem multidisciplinar para verificação de suas necessidades e prioridades, e encaminhadas para os demais serviços da Secretaria, como indicação de tecnologia assistiva (órtese e prótese), de educação especial, esporte adaptado, atividades culturais e inclusão no mercado de trabalho.

 

Os plantões de acolhimento são realizados das 7 às 19 horas na sede da Secretaria, localizada à Estrada dos Pinheiros, nº 1420, no Parque Viana, em Barueri. O telefone para mais informações é 4194-0252.

Banco do Brasil e 14 órgãos abrem prazo para 1,5 mil vagas na segunda

Foto Junior Holanda Barueri-SP

Do G1, em São Paulo

Pelo menos 15 órgãos abrem inscrições na segunda-feira (26) para 1.459 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 17.277,69 no Ministério Público do Estado de Mato Grosso.

Os órgãos que abrem as inscrições são os seguintes: Banco do Brasil, Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, Instituto do Meio Ambiente do Acre, Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Ministério Público do Estado de Santa Catarina, Polícia Civil do Piauí, Prefeitura de Amontada (CE), Prefeitura de Boa Esperança (MG), Prefeitura de Campo Alegre (SC), Prefeitura de Campo Grande, Prefeitura de Emas (PB), Prefeitura de Nova Porteirinha (MG), Prefeitura e Câmara de Padre Carvalho (MG), Prefeitura de Saltinho (SP) e Prefeitura de Sapezal (MT).

Banco do Brasil O Banco do Brasil abriu concurso para formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio/técnico e superior da carreira de Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt). Os salários variam de R$ 3.163,73 a R$ 7.499,75 (veja aqui o edital).

As vagas são para as dependências localizadas nas capitais de todos os estados e em Ribeirão Preto (SP).

Os cargos de nível superior são para engenheiro de segurança, médico do trabalho e enfermeiro do trabalho. Os salários são de, respectivamente, R$ 7.499,75, R$ 5.800,33 e R$ 4.921,35.

As vagas de nível médio/técnico são para técnico de segurança do trabalho e auxiliar de enfermagem do trabalho. Os salários são de, respectivamente, R$ 4.089,79 e R$ 3.163,73.

Os candidatos classificados vão assinar um contrato individual de trabalho em regime celetista, pelo prazo de 30 dias para experiência. Após esse período, o contrato passa a vigorar por prazo determinado e o funcionário vai integrar a carreira Sesmt.

As inscrições devem ser feitas a partir das 10h do dia 26 de março até as 14h do dia 13 de abril pelo site http://www.concursosfcc.com.br. A taxa é de R$ 47 para nível médio/técnico e R$ 87 para nível superior.

As provas objetivas, com 30 questões de conhecimento básico e específico, e as provas discursivas estão previstas para o dia 13 de maio, no período matutino, e terão 4h30 de duração.

Os exames serão aplicados nas cidades de Belém, Manaus, Macapá, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Roraima, Salvador, Maceió, São Luís, Fortaleza, João Pessoa, Recife, Teresina, Natal, Aracaju, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte, São Paulo, Ribeirão Preto (SP), Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá.

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) divulgou edital de processo seletivo para 2 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de nível médio e superior. Os salários variam de R$ 958,76 a R$ 3.094,38 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para terapeuta ocupacional/reabilitação física e engenheiro de segurança do trabalho.

As vagas de nível médio são para técnico de farmácia, técnico de contabilidade, técnico de segurança do trabalho e técnico de patologia clínica.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março a 2 de abril pelo site http://www.fhemig.mg.gov.br. Os candidatos devem preencher a ficha cadastral e o currículo. Não há cobrança de taxa de inscrição.

Os classificados deverão entregar os documentos que comprovem as informações curriculares no entre os dias 18 e 20 de abril. A entrevista será no dia 7 de maio e a entrevista da 2ª etapa será realizada a partir do dia 14 de maio.

Os profissionais vão atuar nas cidades de Patos de Minas, Betim, Barbacena, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Sabará, Ubá e Três Corações.

O processo seletivo tem seis meses de validade e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

Instituto do Meio Ambiente do Acre O Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) lançou edital de processo seletivo simplificado para 47 vagas temporárias de nível médio e superior para atuação nos escritórios do Imac de Rio Branco, Brasileia, Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Feijó e Tarauacá. Os contratos são pelo prazo de 2 anos, podendo ser prorrogados pelo mesmo período (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para administrador, contador, secretário executivo, gestão ambiental (pode ser ocupado por pessoas com graduação em qualquer área de nível superior), biólogo, advogado, engenheiro florestal, engenheiro de pesca, engenheiro agrônomo, analista em geoprocessamento. O salário para os cargos de nível superior é de R$ 2.457,83.

Os cargos de nível médio são para técnico florestal e técnico agroflorestal e o salário é de R$ 1.060,68.

As contratações serão feitas mediante análise de currículos e entrevista. Serão convocados para a entrevista nas sedes dos municípios os candidatos selecionados na análise curricular, até o máximo de 4 vezes o número de vagas.

As inscrições poderão ser feitas de 26 a 30 de março, nos núcleos do Imac de cada localidade, das 8h às 12h e das 14h às 17h (veja endereços abaixo). Não será cobrada taxa de inscrição.

A entrega dos currículos e as entrevistas serão nos municípios de Rio Branco/AC, Cruzeiro do Sul/AC, Tarauacá/AC, Feijó/AC, Brasiléia/AC e Sena Madureira/AC.

A entrevista terá a duração de até 30 minutos e será aplicada na data provável de 30 de abril, nos turnos da tarde ou manhã.

O resultado final será divulgado no dia 11 de junho no site http://www.ac.gov.br.

Cruzeiro do Sul Rua Regos Barros, nº168, Centro, Cruzeiro do Sul, Acre, CEP: 69.980-000 Contato: (68) 3322-9043/6517 Brasileia Rua: 02 de Novembro, s/nº, bairro Raimundo Chaar, CEP: 69.932-000 Contato: (68) 3546-4456 Rio Branco Rua Rui Barbosa, 135, Centro, CEP: 69.900-120 Contato: (68) 3224-5694 / 3224-5497 Feijó Rua Presidente Kennedy, s/nº, Centro, CEP: 69.960-000 Contato: (68) 3463-2018 / 3463-2637 Tarauacá Rua Floriano Peixoto, nº 110, Centro, CEP: 69.970-000 Contato: (68) 3462-2815 Sena Madureira Rua Egídio, nº 234 – Centro Contato: (68) 3612-2391
Ministério Público do Estado de Mato Grosso O Ministério Público do Estado de Mato Grosso abriu concurso público para 10 vagas de promotor de Justiça substituto. O salário é de R$ 17.277,69. Poderão se inscrever bacharéis em direito com no mínimo três anos de atividade jurídica (veja aqui o edital).
As inscrições preliminares devem ser feitas do dia 26 de março a 29 de abril. Para a inscrição preliminar, o candidato deverá preencher requerimento padronizado, exclusivamente pela internet, disponível no endereço eletrônico http://www.ufmt.br/concursos. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 150,00 ou comprovar a isenção, nos termos da legislação estadual. As pessoas com deficiência terão reservados 10% do total das vagas. Os candidatos farão prova preambular objetiva, provas discursivas, prova oral e prova de títulos.
A prova preambular objetiva será realizada no dia 10 de junho, com 100 questões objetivas de múltipla escolha.
Encerrado o prazo para as inscrições preliminares, a relação dos candidatos admitidos no processo seletivo preambular objetivo será publicada no Diário oficial do Estado no site do Ministério Público (www.mp.mt.gov.br) e no endereço eletrônico da UFMT, no dia 30 de maio, com indicação do dia, hora, local e tempo de duração da realização da prova preambular objetiva. Os candidatos classificados até a 60ª colocação da prova serão convocados por edital para as provas discursivas, que serão realizadas nos dias 13 e 15 de julho.
As questões das provas discursivas e oral irão tratar de temas referentes ao direito penal, processual penal, direito civil, direito processual civil, direito constitucional, direitos humanos, direito eleitoral, direito administrativo, direito financeiro e tributário, direitos difusos e coletivos, entre outros. O resultado dessas provas será publicado no dia 24 de agosto.
Posteriormente, o candidato aprovado terá que efetuar a inscrição definitiva. No dia 1º de outubro será feita a divulgação da relação dos candidatos admitidos para a prova oral, que será divulgada na convocação dos participantes. Encerrada a prova oral, a Comissão procederá ao julgamento do concurso, apurando a média final de aprovação e apreciando, para efeito de classificação, os títulos apresentados.
A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) executará as provas preambular objetiva e discursivas, além do exame psicotécnico. Já a prova oral, os exames médicos e a prova de títulos ficará sob a responsabilidade da Comissão do Concurso.

Ministério Público do Estado de Santa Catarina O Ministério Público do Estado de Santa Catarina abre nesta segunda-feira (26) as inscrições do concurso para 26 vagas de promotor de Justiça substituto- três delas destinadas a portadores de necessidades especiais (veja aqui o edital).
O candidato deve ter nível superior em direito e no mínimo três anos de atividade jurídica. As inscrições devem ser feitas de 26 de março a 27 de abril pelo site http://www.mp.sc.gov.br. A taxa é de R$ 200.

O concurso terá provas objetivas, prova discursiva, inscrição definitiva, avaliação psicológica, apresentação oral e entrevista, prova oral e de títulos.

A prova objetiva será aplicada no dia 20 de maio na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em 1º de julho ocorre a prova discursiva de direito penal e direito processual penal e, no dia 8 de julho, a prova de direito civil, direito processual civil e direitos difusos, coletivos e individuais homogêneos. A lista dos aprovados nessa primeira etapa será divulgada no dia 10 de agosto. As inscrições definitivas serão de 13 a 27 de agosto.

Polícia Civil do Piauí A Polícia Civil do Piauí reabriu concurso para 109 vagas e cadastro de reserva para agentes de polícia, técnico e superior, escrivão, peritos criminal, médico, odonto-legal e papiloscopista. Os cargos são de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 574,34 a R$ 3.756,60 (veja aqui o edital).

São 47 vagas para agente de polícia civil de 3ª classe 44h (R$ 2.336,02), 15 vagas para escrivão de polícia civil de 3ª classe 44h (R$ 2.336,02), 1 vaga para perito criminal de 3ª classe – engenharia civil 44h (R$ 3.756,60), 1 vaga para perito criminal de 3ª classe – engenharia elétrica 44h (R$ 3.756,60), 3 vagas para perito criminal de 3ª classe – física 44h (R$ 3.756,60), 1 vaga para perito criminal de 3ª classe – informática 44h (R$ 3.756,60), 1 vaga para perito criminal de 3ª classe – farmácia 44h (R$ 3.756,60), 5 vagas para perito médico legal de 3ª Classe 44h (R$ 3.756,60), cadastro de reserva para perito criminal de 3ª classe – biologia 44h (R$ 3.756,60), cadastro para perito odonto-legal de 3ª classe 44h (R$ 3.756,60), cadastro para perito papiloscopista policial de 3ª classe 44h (R$ 3.756,60), 5 vagas para agente técnico de serviços – auxiliar de necropsia 44h (R$ 574,34), 2 vagas para agente técnico de serviços – técnico de tecnologia da informação 44h (R$ 574,34), 24 vagas para agente técnico de serviços – técnico de apoio às atividades policiais civis 44h (R$ 574,34), 2 vagas para agente superior de serviços – analista de tecnologia da informação 44h (R$ 957,24), 1 vaga para agente superior de serviços – assistente social 44h (R$ 957,24), 1 vaga para agente superior de serviços – psicólogo 44h (R$ 957,24).

Haverá ainda cadastro de reserva para alguns dos cargos com vagas previstas.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.uespi.br/nucepe das 8h de 26 de março até as 18h do dia 13 de abril (horário do Piauí). A taxa é de R$ 40 para agente técnico de serviços, R$ 60 para agente superior de serviços e de R$ 100 para os demais cargos de nível superior.

O concurso público terá prova escrita objetiva para todos os cargos; teste de digitação (para o cargo de escrivão de polícia); exames de saúde para todos os cargos, exceto para agente técnico de serviços e agente superior de serviços; exame de aptidão física para os cargos de agente de polícia civil e escrivão de polícia civil; exame psicológico para os cargos de agente de polícia civil e escrivão de polícia civil; investigação social para todos os cargos, exceto para agente técnico de serviços e agente superior de serviços.

A prova escrita objetiva será realizada no dia 20 de maio, no horário das 8h30 às 12h30 (horário do Piauí), na cidade de Teresina.

Prefeitura de Amontada (CE) A Prefeitura de Amontada (CE) divulgou edital de concurso para 582 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. São 196 vagas efetivas e 386 para cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 622 a R$ 7.800. O edital foi divulgado nesta quinta-feira (22), nas páginas 175 e 176, do Diário Oficial da União (veja aqui o edital).

Os cargos são para agente administrativo, agente de combate às endemias, agente fiscal, assistente social, auxiliar de contabilidade, auxiliar de laboratório, auxiliar em saúde bucal, auxiliar de serviços administrativos, cirurgião dentista, contador, educador físico, enfermeiro, enfermeiro obstetra, engenheiro agrônomo, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, instrutor de inclusão digital, médico anestesiologista, médico clínico geral, médico esf, médico psiquiatra, médico veterinário, motorista, músico com especialidade em bombardino, músico com especialidade em clarinete, músico com especialidade em flauta, músico com especialidade em percussão, música com especialidade em sax-horne, músico com especialidade em sousa fone, músico com especialidade em trombone de vara, músico com especialidade em trompete, nutricionista, operador de máquina pesada, professor de educação básica ii, psicólogo, técnico agrícola, técnico em enfermagem, técnico em laboratório, técnico em radiologia, técnico em saúde bucal, terapeuta ocupacional e vigia.

A Instituto Educar – Educação, Cultura e Meio Ambiente é a empresa responsável pela organização do concurso.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março e 12 de abril no Centro Cultural Raimundo Gomes Garcez, localizado na Avenida General Alípio dos Santos, s/nº, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h. O valor da taxa de inscrição não foi divulgado.

A prova será aplicada no dia 13 de maio.

Prefeitura de Boa Esperança (MG) A Prefeitura de Boa Esperança (MG) divulgou edital de concurso para 188 vagas em cargos de nível fundamental incompleto, completo, médio e superior. Os salários variam de R$ 622 a R$ 9.500 (veja aqui o edital).
Os cargos de nível superior são para auxiliar de secretaria educacional, enfermeiro do psf, técnico de nível superior (enfermeiro, médico clínico geral, médico urologista, endocrinologista, ortopedista, pediatra, ginecologista obstetra e dentista), médico psf, odontólogo do psf, professor de educação básica ii (filosofia, matemática, português, inglês, história, geografia e ciências), professor de educação física, professor de educação infantil e supervisor escolar.

As vagas de nível médio são para agente sanitário (fiscalização sanitária e fiscalização epidemiológica), assistente de serviço público (bombeiro, eletricista e operador de máquinas pesadas), auxiliar de odontologia, guarda municipal, motorista, assistente administrativo, instrutor de informática, instrutor de informática, técnico de segurança do trabalho, técnico em enfermagem e professor de educação básica i.

O posto de nível fundamental é para agente de serviços públicos (lavador).

As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.ufsj.edu.br/fauf/concursoboaesperanca.php entre os dias 26 de março e 24 de abril. A taxa varia de R$ 30 a R$ 150.

Também é possível se inscrever presencialmente no Centro Vocacional Tecnológico, localizado na Rua Marília de Dirceu, 749, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. Os candidatos devem levar documento de identidade e CPF.

As provas objetivas serão realizadas no dia 6 de maio.

Ainda haverá prova prática para assistente de serviço público/ bombeiro hidráulico, assistente de serviço público/eletricista, assistente de serviço público/operador de maquinas pesadas e motorista, teste de aptidão física para agente de serviços públicos/ lavador e guarda municipal.

Prefeitura de Campo Alegre (SC) A Prefeitura de Campo Alegre (SC) divulgou edital de concurso para 70 vagas em cargos de nível alfabetizado, fundamental, médio/ técnico e superior. Os salários variam de R$ 620,99 a R$ 7.687,17 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para professor da educação infantil e anos iniciais, professor de educação física, de arte, inglês, língua portuguesa, matemática, ciências, geografia, história e ensino religioso, especialista em assuntos educacionais, agente administrativo, arquiteto, assistente social, bibliotecário, contador, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico , médico, médico, ginecologista, pediatra e plantonista, médico-veterinário, nutricionista, odontólogo, psicólogo e terapeuta ocupacional.

As vagas de nível médio/ técnico são para instrutor de informática, técnico em edificações, técnico em contabilidade, técnico agrícola, técnico de enfermagem, fiscal de obras, posturas e meio ambiente, fiscal de tributos municipais, agente administrativo, agente operacional, atendente de sala, instrutor de música de acordeon e guitarra.

Os postos de nível alfabetizado e fundamental são para operador de máquinas e equipamentos, veículos pesados, agente de manutenção, pedreiro/carpinteiro, auxiliar de odontologia, auxiliar de serviços gerais, auxiliar operacional (gari), agente comunitário de saúde, motorista e vigia.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março e 16 de abril pelo site http://www.aguia-e.com.br. A taxa é de R$ 20 para nível alfabetizado, R$ 30 para nível fundamental, R$ 50 para nível médio/técnico e R$ 80 para nível superior.

As provas teóricas terão questões de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. Haverá prova prática para os cargos de operador de máquinas e equipamentos, veículos pesados, agente de manutenção, motorista e pedreiro/carpinteiro. Também haverá avaliação de títulos para professores.

As provas serão aplicadas no dia 29 de abril. Os locais de prova ainda serão divulgados pela organizadora.

Prefeitura de Campo Grande A Prefeitura de Campo Grande abriu concurso para 100 vagas de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 548,25 a R$ 8.256,52 (veja aqui o edital).
Os cargos de nível superior são de análise de sistemas, assistente social, enfermeiro, farmacêutico bioquímico, fonoaudiólogo, odontólogo, psicólogo, médico auditor e nutricionista. Os cargos de nível médio são de assistente de inclusão escolar, assistente em biblioteca, técnico especializado em equipamentos odontológicos, técnico em prótese dentária, assistente de serviços de saúde, monitor de alunos e técnico em necropsia.
Os cargos de nível fundamental são de auxiliar em saúde bucal, ajudante de operação, auxiliar de serviços diversos, motorista e motorista de veículos pesados.
As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.fadems.org.br de 26 de março a 15 de abril. As taxas vão de R$ 40 a R$ 100.
A prova escrita está prevista para ser aplicada no dia 6 de maio.

Prefeitura de Emas (PB) A Prefeitura de Emas, cidade localizada no Sertão paraibano, a cerca de 315km de João Pessoa, lançou edital de concurso público para o preenchimento de 31 vagas efetivas e composição de cadastro de reserva. Os salários oferecidos variam de R$ 622 a R$ 2,5 mil, dependendo da exigência dos cargos. Há funções para candidatos com níveis de escolaridade fundamental, médio e superior (veja aqui o edital).

Há oportunidades para agente administrativo, auxiliar de consultório dentário, auxiliar de serviços, bioquímico/biomédico, engenheiro agrônomo, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, motorista, nutricionista, odontólogo, orientador pedagógico, psicólogo e tratorista e professores de Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português.

As inscrições custam R$ 37 para os cargos que exigem ensino fundamental incompleto, R$ 63 para as funções de ensino médio completo e R$ 60 para as vagas de ensino superior.

As inscrições serão disponibilizadas no site da Metta Concursos & Consultoria, pelo endereço http://www.mettaconcursos.com.br, das 9h do dia 26 de março até as 23h59 de 27 de abril. Também é possível se inscrever presecialmente de segunda a sexta-feira, na Secretaria de Administração da prefeitura, localizada na Avenida João Kennedy Gomes Batista, no Centro da cidade. Os candidatos serão atendidos das 8h às 13h.

Prefeitura de Nova Porteirinha (MG) A Prefeitura de Nova Porteirinha (MG) divulgou edital de concurso para 83 vagas em cargos de nível elementar, fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 622 a R$ 2.002,14 (veja aqui o edital).

Os postos de nível elementar e fundamental são para agente de serviços gerais, auxiliar de esportes, coveiro, fiscal de obras e serviços, gari, motorista i e ii, oficial especializado mecânico, operador de maquinas pesadas, servente escolar, vigia, auxiliar de saúde bucal e auxiliar de enfermagem.

As vagas de nível médio são para agente administrativo, auxiliar administrativo, auxiliar de classe, auxiliar de enfermagem, auxiliar técnico em gestão escolar, fiscal ambiental e de postura e fiscal sanitário.

Os cargos de nível superior são para assistente social, assistente de procuradoria jurídica, enfermeiro, nutricionista, odontólogo, pedagogo, professor educação básica (peb i e ii) e psicólogo.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março e 27 de abril pelo site http://www.ecapconsultoria.com.br. A taxa é de R$ 70 para nível elementar, R$ 80 para nível fundamental, R$ 100 para nível médio e R$ 120 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 10 de junho.

Prefeitura e Câmara de Padre Carvalho (MG) A Prefeitura e a Câmara de Padre Carvalho (MG) divulgaram dois editais de concurso para 111 vagas em cargos de nível alfabetizado, fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 622,73 a R$ 6.000 (veja aqui o edital).

Os postos de nível alfabetizado e fundamental são para agente comunitário de saúde, agente de apoio, auxiliar administrativo, auxiliar de bombeiro, auxiliar de laboratório, auxiliar de saúde, auxiliar de serviços gerais nas funções de gari, porteiro e vigilante, auxiliar de serviços públicos, condutor de veículos leves, condutor de veículos pesados, fiscal de obras e posturas, fiscal de vigilância sanitária, inspetor de ensino, oficial de serviços nas funções de bombeiro, carpinteiro, eletricista, mecânico e pedreiro, operador de máquinas leves e pesados, recepcionista e servente escolar e motorista.

As vagas de nível médio são para agente de assistência social, assistente administrativo, assistente educacional, assistente especializado, auxiliar de almoxarifado, auxiliar de biblioteca, auxiliar de enfermagem, auxiliar de odontologia, fiscal de tributos e rendas, secretário escolar e técnico em contabilidade.

Os cargos de nível superior são para advogado, analista judiciário, assistente social, enfermeiro, engenheiro civil, especialista da educação, farmacêutico, fisioterapeuta, médico, nutricionista, odontólogo, pedagogo, professor pa i, psicólogo e zootecnista.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março e 24 de abril pelo site http://www.exameconsultores.com.br. Os candidatos também podem se inscrever presencialmente na sede da prefeitura, localizada na Praça da Matriz, s/nº (Centro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h.

A taxa é de R$ 35 para nível alfabetizado, R$ 45 para nível fundamental, R$ 55 para nível médio e R$ 80 para nível superior.

A prova objetiva de múltipla escolha está prevista para o dia 10 de junho.

Ainda haverá prova prática para os cargos de condutor de veículos leves, condutor de veículos pesados e operador de máquinas leves e pesados.

Prefeitura de Saltinho (SP) A Prefeitura de Saltinho (SP) abriu concurso para 55 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 893,26 a R$ 3.853,94 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para assistente social, médico, nutricionista e professor.

As vagas de nível médio são para auxiliar de enfermagem plantonista, escriturário, monitor de creche e técnico em química.

Os postos de nível fundamental são para atendente, encanador leiturista, mecânico, merendeira, monitor de alunos, motorista, operador de máquinas, serviços gerais e zelador.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.institutosoler.com.br entre os dias 26 de março a 10 de abril. A taxa é de R$ 25 para nível fundamental, R$ 35 para nível médio e R$ 50 para nível superior.

O horário, o local e a data das provas objetivas serão divulgados após a homologação das inscrições.

Prefeitura de Sapezal (MT) A Prefeitura de Sapezal (MT) divulgou edital de concurso para 45 vagas em cargos de nível alfabetizado, fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 695,57 a R$ 12.880 (veja aqui o edital).

Os cargos de nível superior são para auditor público interno, engenheiro sanitarista, médico cardiologista, dermatologista, ginecologista obstetra, oftalmologista, otorrinolaringologista, pediatra, professor de artes, geografia, história, inglês e pedagogia.

As vagas de nível médio são para guarda municipal, técnico em enfermagem, técnico em enfermagem – Samu, almoxarife, fiscal tributário, monitor e nivelador topográfico.

Os postos de nível alfabetizado e fundamental são para auxiliar de mecânico, eletricista predial, jardineiro, lavador de automotivos, motorista de ambulância, motorista de ambulância – samu, soldador, zelador, auxiliar de topografia, borracheiro, carpinteiro, desenhista cadista, lubrificador, mecânico de máquinas pesadas, merendeiro, motorista de transporte escolar, operador de máquinas leves – trator agrícola e operador de máquinas pesadas.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 de março e 15 de abril pelo site http://www.grupoatame.com.br. A taxa é de R$ 40 para nível alfabetizado e fundamental, R$ 60 para nível médio e R$ 100 para nível superior.

As provas escritas estão previstas para o dia 6 de maio. O horário e os locais de prova serão divulgados até o dia 30 de março.

Veja mapa com 3,7 mil vagas na Grande São Paulo

saiba mais

A região metropolitana de São Paulo tem o total de 3.720 vagas abertas nesta semana, sendo 39 para deficientes, oferecidas pelo Centro de Solidariedade ao Trabalhador (CST), centro de intermediação de mão-de-obra localizado na cidade de São Paulo.

Mapa do emprego da cidade de São Paulo - 21/03/12 (Foto: Editoria de arte/G1)

Um subtotal de 3.096 vagas se destina a candidatos que tenham fácil acesso ou residam perto do local de trabalho, uma preferência dos empregadores – veja na tabela abaixo a relação de todos os cargos por áreas (operacional, administrativa e técnica), os requisitos exigidos e os salários mínimos e máximos em cada função.

Existem ainda 585 chances para candidatos da Grande São Paulo (Guarulhos, Osasco e cidades do ABC).

Não há um prazo para inscrição. A seleção é feita até o preenchimento das vagas. Por isso, é recomendado que os candidatos compareçam às unidades do CST o quanto antes.

De acordo com o Centro de Solidariedade ao Trabalhador, as vagas da área administrativa são preenchidas mais rapidamente que as demais devido à grande procura.
Zona Sul A Zona Sul oferece 652 postos, sendo que os cargos com maior número de vagas são para auxiliar de limpeza (73), atendente (53) e manobrista (46).

Há ainda 54 vagas para ajudante de cozinha (entre R$ 680 e R$ 771), 27 para cozinheiro (entre R$ 750 e R$ 1mil), 1 para auxiliar de pessoal (R$ 1 mil), 1 para auxiliar financeiro (R$ 1 mil), 5 para encanador (a combinar) e 2 para polidor de autos (R$ 850).

Zona Oeste A Zona Oeste oferece 708 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são auxiliar de limpeza (36), empacotador à mão (24) e operador de caixa (17).

Há ainda 20 vagas para repositor de mercadoria (R$ 853), 10 para frentista (a combinar), 7 para serralheiro (a combinar) e 20 para peixeiro (R$ 853).

Centro No Centro são 689 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são para operador de telemarketing (120), vendedor (38) e recepcionista (20).
Há também 6 vagas para manobrista (R$ 900), 30 para atendente (média de R$ 790), 2 para encanador (R$ 900) e 3 para mecânico de motocicletas (R$ 1.200).

Zona Leste A Zona Leste conta com 706 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são de atendente (151), operador de telemarketing (64) e atendente de lanchonete (62).

Há ainda 9 vagas para cozinheiro (a combinar), 8 para fiscal de loja (R$ 840), 1 para serralheiro (a combinar) e 2 para auxiliar de linha de produção (R$ 868).
Zona Norte Na Zona Norte são 341 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são de atendente (72), operador de telemarketing (20) e fiscal de loja (10).

Há ainda 5 vagas para auxiliar de limpeza (média de R$ 700), 4 para manobrista (R$ 942) e 2 para pedreiro (a combinar).

Regiões Cargos operacionais Cargos administrativos Cargos técnicos
Zona Sul – Auxiliar de Limpeza (73 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo, incompleto e ensino médio incompleto (para 20 vagas não é necessário ter experiência).
Salário: entre R$ 690 e R$ 804
– Atendente (53 vagas) Requisitos: ensino fundamental completo e médio completo e incompleto (para 23 vagas não é necessário ter experiência)
Salário: entre R$ 622 e R$ 1.152
– Manobrista (46 vagas) Requisitos: ensino fundamental completo, incompleto e médio completo (para 15 vagas não é necessário ter experiência)
Salário: entre R$ 669 e R$ 889
– Auxiliar de estoque (5 vagas) Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 782
– Auxiliar de cartório (2 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 650
– Assistente de controladoria (2 vagas)
Requisitos: ensino superior incompleto (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 1.200
– Serralheiro de ferro (8 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo e incompleto (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Eletricista (6 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Técnico eletrônico (5 vagas)
Requisitos: ensino fundamental incompleto e médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
Zona Oeste – Auxiliar de limpeza (36 vagas)
Requisitos: ensino fundamental incompleto e completo (para 10 vagas não é necessário ter experiência anterior)
Salário: média de R$ 785
– Empacotador à mão (24 vagas)
Requisitos: ensino fundamental incompleto (não é necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Operador de caixa (17 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo e médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: média R$ 853
– Recepcionista (10 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 873
– Auxiliar de almoxarifado (4 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 839
– Encanador (11 vagas)
Requisitos: ensino fundamental incompleto (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 1.060
– Eletricista (10 vagas) Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 1.061
– Técnico eletrônico (3 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 2.200
Centro – Operador de telemarketing (120 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo e médio completo e incompleto (para 54 vagas não é necessária ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Vendedor (38 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: entre R$ 800 e R$ 1.039
– Porteiro (18 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo e incompleto (necessário ter experiência anterior)
Salário: média de R$ 859
– Recepcionista (20 vagas) Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: média de R$ 800
– Auxiliar de cobrança (10 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 850
– Estoquista (3 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Serralheiro (9 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Eletricista (7 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo e médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Pedreiro (4 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
Zona Leste – Atendente (151 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo, incompleto e médio completo (para 64 vagas não é necessário ter experiência anterior)
Salário: média de R$ 930
– Operador de telemarketing (64 vagas) Requisitos: ensino médio completo (para 50 vagas não é necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Atendente de lanchonete (62 vagas) Requisitos: ensino fundamental completo e médio completo (para 65 vagas não é necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
Auxiliar de cobrança (49 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Auxiliar de escrituração fiscal (5 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: média R$ 1 mil
– Auxiliar de escritório (2 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 800
– Técnico eletrônico (6 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: R$ 1.300
– Torneiro mecânico (4 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Auxiliar de mecânico de autos (2 vagas)
Requisitos: ensino fundamentall completo (necessário experiência)
Salário: a combinar
Zona Norte – Atendente (72 vagas)
Requisitos: ensino fundamental completo, incompleto e médio completo ou incompleto (para 55 vagas não é necessário ter experiência anterior)
Salário: média de R$ 750
– Operador de telemarketing (20 vagas)
Requisitos: ensino médio incompleto e completo (necessário ter experiência anterior)
Salário: a combinar
– Fiscal de loja (10 vagas)
Requisitos: ensino médio completo (necessário ter experiência anterior) Salário: R$ 852
Não há – Marceneiro (5 vagas)
Requisitos:
ensino fundamental completo (necessário ter experiência anterior)
Salário:
R$ 2.100
– Operador de empilhadeira (4 vagas)
Requisitos:
ensino fundamental completo (necessário ter experiência anterior)
Salário:
R$ 900
– Desenhista de fotoestamparia (2 vagas)
Requisitos:
ensino médio completo (necessário ter experiência anterior)
Salário:
a combinar

Como se candidatar Os interessados nas vagas do Centro de Solidariedade ao Trabalhador devem comparecer aos endereços abaixo com carteira profissional, RG, CPF, certificado de escolaridade e currículo.

Centro de Solidariedade ao Trabalhador de São Paulo
Região central
Rua Galvão Bueno, 782 – Liberdade
Zona Sul
Rua Barão do Rio Branco, 864 – Santo Amaro
Estrada de Itapecerica, 3.770
Zona Norte
Avenida Cabo Adão Pereira, 387 – Pirituba
O horário de atendimento é das 7h às 16h, de segunda a sexta-feira

Dia Mundial da Água serve de alerta para a escassez do recurso

O Dia Mundial da Água é lembrado nesta quinta-feira (22). A data serve de alerta, já que a escassez vai obrigar, por exemplo, a população de quase 20 milhões de pessoas que vivem na Grande São Paulo de buscar água cada vez mais longe, o que vai encarecer cada vez mais o recurso na próxima década.

Veja fotos de ocupação irregular em área de manancial Conheça os dois extremos do rio Tietê Fotos celebram o Dia Mundial da Água

A informação é de reportagem de Eduardo Geraque publicada na edição desta quinta-feira da Folha “(a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Atualmente, quase metade da água que sai pelas torneiras da região precisa ser “importada” de bacias vizinhas. Gestores da Sabesp concordam com a tese da falta da água a partir de 2020.

Apesar de o Brasil ter 12% da água doce mundial, 70% dos recursos hídricos ficam na bacia Amazônica. Ou seja: a água está bem longe dos grandes centros urbanos. E isso é um grande problema.

Editoria de Arte/Folhapress
Dia mundial da agua, 22/mar
Dia mundial da agua, 22/mar

Barueri é “excelente” na administração do dinheiro público, aponta Firjan . Municípios com mais de 200 mil habitantes Barueri é cidade brasileira com melhor qualidade de administração financeira.

A boa administração do dinheiro público ajuda a garantir a qualidade da oferta de serviços à população – e Barueri, segundo a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), possui excelência na gestão de seu orçamento anual. O novo Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), ano base 2010, aponta Barueri como a terceira cidade no Brasil com melhor administração financeira, e a segunda do Estado de São Paulo.

O IFGF classifica a administração financeira de cada um dos 5.564 município brasileiros, através de pontuação que varia entre 0 e 1 – sendo que, quanto mais próximo de 1, melhor a gestão fiscal do município no ano em observação. Barueri atingiu a nota de 0,9413, e, no ranking nacional absoluto, aparece atrás dos municípios de Santa Izabel (GO) e Poá (SP).

Porém, entre os municípios com mais de 200 mil habitantes (e, portanto, com complexidades administrativas mais evidentes, ainda mais na Região Metropolitana de São Paulo), Barueri é cidade brasileira com melhor qualidade de administração financeira. Santa Izabel, segundo o Censo IBGE 2010, possui 3.686 habitantes; Poá, 106.013; e Barueri, 240.656.

Composição

O IFGF é composto por cinco indicadores: receita própria, gastos com pessoal, investimentos, liquidez e custo da dívida, e para cada um deles há uma nota (também, quanto mais próximo de 1, melhor a gestão). Em “receita própria”, Barueri recebeu nota 0,9139; em “gastos com pessoal”, a cidade teve 0,8584; em “investimentos”, nota máxima de 1,0000; “liquidez” apontou nota de 0,9669 para Barueri; e em “custo da dívida”, outra nota máxima de 1,0000.

Segundo relatório da Firjan, “o IFGF foi construído com base nos resultados fiscais disponibilizados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), no diálogo com gestores públicos, e nas informações retiradas da literatura acadê­mica. Na elaboração do Índice buscou-se identificar o desafio da gestão fiscal municipal na alocação dos recursos, tendo em vista as restrições orçamentárias com as quais se deparam as prefeituras brasileiras”.

Ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o prefeito Rubens Furlan declarou que “o segredo é simples: tratar o governo como se fosse uma empresa. Quando a receita sobe, nós aumentamos o investimento. Se ela cai, nós cortamos. Nós nunca investimos mais que a nossa capacidade”.

Indicadores

Além do mais novo indicativo de qualidade de Barueri, a cidade, nos últimos cinco anos, também recebeu outros indicadores positivos:

6° PIB do Estado de São Paulo e o 14° PIB do Brasil – R$ 26.908.070.000 (fonte: IBGE 2009);

Menor índice de mortalidade infantil da Região Metropolitana de São Paulo: 8,0 por mil nascidos vivos (fonte: Fundação Seade 2011);

Entre mais de 5 mil municípios, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro apontou Barueri como a cidade mais desenvolvida no Brasil, nas áreas de saúde, educação e geração de emprego e renda. O índice tem escala de 0 a 1 – quanto maior, mais desenvolvida é a cidade. Barueri atingiu o índice geral de 0,9303. Entre as três áreas, Barueri destacou-se mais em Saúde, com o IFDM em 0,9518. Em Educação, a cidade obteve 0,9206, e em Emprego e Renda ficou com 0,9184. (fonte: Firjan/IFDM 2011);

Segundo o Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), Barueri permanece no chamado “Grupo 1” na Região Metropolitana de São Paulo, que abriga os municípios com bons indicadores em longevidade, escolaridade e riqueza. O estudo do Seade avalia os municípios através de uma pontuação de 0 a 100. O IPRS acompanha o paradigma que sustenta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), proposto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). No tópico “riqueza”, Barueri apresenta índice de 74, maior que o Estado de São Paulo e a Região Metropolitana. Em “longevidade”, com 73, está na média do Estado e um ponto abaixo da Região Metropolitana. Em “escolaridade”, o IPRS atribui índice de 71 a Barueri, maior que a média estadual e da região metropolitana (fonte: Fundação Seade/IPRS 2011);

Barueri possui uma das melhores estruturas de Saúde entre os mais de cinco mil municípios brasileiros, com nota 8,22, segundo o Índice de Desempenho do SUS (IDSUS 2012), do Ministério da Saúde. Com notas de 0 a 10, o IDSUS foi idealizado para avaliar o acesso e a qualidade dos serviços de saúde no País. Barueri é o melhor município do grupo 2, e é uma das únicas seis cidades brasileiras que ficaram com nota acima de 8. As outras cidades são Rosana (SP), Arco-Íris (SP), Pinhal (RS), Paulo Bento (RS) e Cássia dos Coqueiros (SP). No Brasil, levando e consideração os seis grupos, Barueri (com 242 mil habitantes, segundo Censo do IBGE 2010) tem a segunda melhor nota – Arco Iris, cidade do interior paulista com 1.925 habitantes (IBGE 2010), teve nota 8,38 (fonte: Ministério da Saúde/IDSUS 2012);

Apontada pela Revista Você S/A como a terceira melhor cidade do Brasil para se crescer profissionalmente, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro (fonte: Fucape/Editora Abril 2010);

Mais de 252 mil postos formais de trabalho (fonte: Caged/MTE 2011)

Fonte Informação: www.barueri.sp.gov.br

Divulgação Voluntária de Junior Holanda Barueri/SP

Prefeitura abre inscrições para nova turma do cursinho pré-vestibular gratuito

Lista de candidatos classificados ao cursinho sai dia 16 de abril - Foto Secretaria de Comunicação Social de Barueri/SP.

Lista de candidatos classificados ao cursinho sai dia 16 de abril – Foto acima Secretaria de Comunicação Social de Barueri/SP

 

A Prefeitura de Barueri já abriu as inscrições para 100 novas vagas do cursinho pré-vestibular gratuito, cujas turmas iniciam as aulas do mês de maio. As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de abril, na Emeief Professora Elvira Lefreve Sales Nemer, no Jardim São Pedro, de segunda a sexta-feira, das 15 às 22 horas. O candidato precisa comprovar residência em Barueri e apresentar comprovante de renda familiar.

 

Mantido pela Secretaria de Gabinete e Governo, por meio da Assessoria de Juventude, o cursinho tem por objetivo dar base par os alunos ingressarem no ensino superior, prestarem os vestibulares mais concorridos do País ou se prepararem para concursos públicos que exijam o conteúdo do Ensino Médio. Para isso, as aulas contam com uma equipe de professores que são alunos do quarto ano da USP (Universidade de São Paulo).

 

A prova seletiva para o cursinho (vestibulinho) acontecerá no dia 15 de abril, das 13 às 17 horas, na escola Elvira. A lista de classificados será publicada no dia 16 de abril, e afixada também na escola, a partir das 20 horas.

 

As matrículas serão feitas nos dias 17 e 18 de abril. As aulas acontecem no período noturno, na escola Elvira – avenida Henriqueta Mendes Guerra, 1.168, Jardim São Pedro. Mais informações: 4199-1333, ramais 281 e 282.

 

Divulgação Voluntária de Junior Holanda de Barueri/SP

Só 2% dos municípios no Brasil teve boa administração financeira, aponta Firjan e Barueri é a 2º Melhor Classificada no Ranking de SP

Das 5.266 cidades Brasileiras avaliadas pelo FIRJAN, apenas 95 alcançaram o Conceito de Excelência na Gestão das Contas Públicas e Barueri é a 2º Colocada em SP.

Alexandre Rodrigues e Wilson Tosta

Despesas com funcionários públicos elevadas, receita própria reduzida, investimentos escassos ou até inexistentes: essa mistura levou duas em cada três cidades brasileiras (63,5%) a viver situação difícil ou crítica em 2010, segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) divulgado oficialmente neste sábado, 17. O indicador, criado pela Federação das Indústrias do Rio para medir a qualidade da administração financeira dos municípios brasileiros, aponta que apenas 95 (1,8%) das 5.266 prefeituras pesquisadas ganhou Conceito A – tinham a chamada Gestão de Excelência. O levantamento apontou que nas Regiões Sul e Sudeste ficavam 81 das 100 municipalidades com melhor desempenho nas finanças. Na ponta inversa, as 93 piores administrações municipais estavam no Norte e no Nordeste – em correlação forte, mas não automática, com a renda.

Veja também: link São Paulo só perdeu para o Rio Grande do Sul no ranking das 500 melhores cidades link Sem arrecadação sustentável, novos municípios ficam dependentes de transferência link Rio tem maior geração de receita dos municípios link Dívida aflige as capitais dos Estados brasileiros link ESPECIAL – Mapa da Gestão Fiscal

Dez anos após a edição da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), o IFGF Brasil, com a média obtida pelos municípios pesquisados, chegou a 0,5321 – 1,9% a mais do que o 0,5221 atingido pelo indicador em 2006. O resultado de 2010 coloca o IFGF nacional no nível de Gestão em Dificuldade e foi negativamente influenciado pelos gastos com pessoal das cidades, cujo indicador caiu de 0,6811 para 0,5773 – menos 15,2%. Estabilidade no custo da dívida (piora de 0,3%) e avanço modesto na receita própria (6,9%) completaram o quadro de dificuldades. A reduzida melhora foi garantida pelo avanço no índice dos investimentos, de 9,5%, e na liquidez, de 16,3% – os dois fatores foram fortemente influenciados pelo crescimento econômico registrado em 2010, quando o Produto Interno Bruto avançou 7,5%, maior expansão em 24 anos.

“Só 2% dos municípios tem gestão fiscal de excelência”, avalia Guilherme Mercês, gerente de Estudos Econômicos da Firjan. “A característica em comum desses poucos municípios é o baixo gasto com pessoal e o alto investimento. Esse é o binômio do sucesso.” O economista da Firjan lembra que os municípios com contas saneadas têm maior capacidade de investimentos e destaca que a boa infraestrutura é um dos principais atrativos de investimentos produtivos, ao lado dos benefícios fiscais. “Quem tem melhor infraestrutura é quem atrai mais empresas, por isso as prefeituras precisam investir”, afirmou.

Apenas três capitais – Porto Velho (RO), em 12º lugar (por causa da receita gerada a partir das obras das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau), Vitória (ES), em 31º, e Porto Alegre (RS), em 92º – integravam a elite dos municípios brasileiros cuja administração financeira era considerada excelente em 2010. A lista geral (com todas as cidades do País) era encabeçada por Santa Isabel (GO), cujo IFGF chegou a 0,9747, e fechada por Ilha Grande (PI) – IFGF 0,0778. São Paulo, quarta capital em melhor situação, foi considerada com Boa Gestão – IFGF 0,7797, 147ª posição nacional. Seu resultado não foi melhor por causa da dívida com a União e dos baixos investimentos. A cidade do Rio de Janeiro também obteve o grau de Boa Gestão, com IFGF de 0,6714. Foi a 14ª entre as capitais e 1.006ª no ranking geral, em grande avanço sobre 2006, quando estava no degrau número 2.607.

Apesar o quadro financeiro majoritariamente difícil ou crítico, alguns dados obtidos na pesquisa mostram avanços que, presumivelmente, são efeitos da LRF. Apenas 384 (7,3%) das 5.266 cidades gastavam com pessoal, em 2010, mais de 60% da Receita Corrente Líquida (soma da arrecadação tributária de um governo, deduzidas as transferências constitucionais) – limite estabelecido no artigo 19 da Lei 101/00. Menos de 20% (19%, 1.029 prefeituras) não tinham em caixa dinheiro para honrar os restos a pagar (despesas de um ano, cujo pagamento é transferido para o Orçamento do seguinte) – a LRF também estabelece limites a essa prática. A pesquisa também constatou que 1.686 (32%) dos municípios investiram mais de 16% das suas receitas.

Mercês reconhece os efeitos positivos da Lei de Responsabilidade Fiscal sobre as contas das prefeituras, mas adverte que muitas cidades interpretaram “erroneamente” o teto de 60% para as despesas com funcionalismo não como um teto a ser evitado, mas como um ponto ao qual poderiam chegar. “Os gastos com pessoal, no início da década, estavam em 43% da Receita Corrente Líquida, em 2010 chegaram a 50%”, diz. “Em média, o pagamento dos servidores cresceu 7%.”

O IFGF vai de 0 a 1 – quanto maior, melhor a situação financeira da prefeitura – e divide-se em quatro conceitos: A, para quem recebe mais de 0,8 e 1, considerada Gestão de Excelência; B, para mais de 0,6 e 0,8, considerada Boa Gestão; C, para a faixa de mais de 0,4 e 0,6, a Gestão em Dificuldade; e D, para a faixa de zero a 0,4, Gestão Crítica. Os técnicos da Firjan atribuíram nota máxima para as cidades que conseguem obter pelo menos 50% de receita própria, mas 83% não consegue gerar nem 20% do que precisam para manter funcionários e serviços. São 4,3 mil prefeituras que dependem excessivamente dos repasses de estados e municípios.

“Somente 83 cidades do Brasil têm recursos próprios para cobrir gastos com pessoal. A maioria vive no fio da navalha, com altos gastos e receitas incertas. A dependência de repasses deixa esses municípios sujeitos a crises recorrentes”, diz Mercês. Um exemplo é a grita provocada entre prefeitos de estados produtores de petróleo com as mudanças na distribuição de royalties aprovada no Congresso.

Situação boa. Mais de um terço das cidades brasileiras (34,6%, ao todo 1.821 municipalidades) estava em situação considerada boa em 2010. Além de São Paulo e Rio, outras 14 capitais estaduais estão nessa situação: Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Rio Branco (AC), Recife (PE), Manaus (AM), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Teresina (PI), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Fortaleza (CE), Palmas (TO), Aracaju (SE) e João Pessoa (PB). A maioria das capitais ficou atrás de cidades médias ou pequenas, como Paulistânia, a primeira das cidades com “Boa Gestão”, com Conceito B – IFGF 0,7998. Quase metade dos municípios (2.302, ou seja, 43,7%) ganhou Conceito C – Gestão em Dificuldade. Outras 1045 cidades (19,8%) levaram nota D – Gestão Crítica. “A cultura da responsabilidade fiscal ainda não se consolidou no País”, resume Mercês.

Olhando apenas as 100 melhores municípios do País, São Paulo emplacou 31 e, entre os 10 primeiros do País, 6 são paulistas: Poá (0,9575), Barueri (0,9413), Piracicaba (0,9201), Caraguatatuba (0,9145), Birigui (0,8862) e Paraibuna (0,8850). Como características mais gerais das cidades paulistas, os pesquisadores da Firjan destacaram orçamentos pouco comprometidos com salários, boa administração de restos a pagar e bom nível de investimentos.

Poá, a 34 km da capital, é primeira colocada estadual e está em segundo lugar em nível nacional. Com pouco mais de 100 mil habitantes, a cidade – que é uma estância hidromineral – levou nota máxima no IFGF Investimento Receita Própria. Segundo o prefeito Francisco Pereira de Sousa (PDT), as áreas priorizadas são educação, saúde e infraestrutura.

A segunda colocada do Estado é Barueri, na região metropolitana de São Paulo. Conhecida por abrigar um dos bairros mais famosos do Brasil, Alphaville, e por ter um dos PIBs mais alto do País (em 2009, ocupava o 14.º lugar), o município se destaca pela boa gestão que faz da sua dívida. De acordo com o prefeito Rubens Furlan (PMDB), o segredo é simples: tratar o governo como se fosse uma empresa. “Quando a receita sobe, nós aumentamos o investimento. Se ela cai, nós cortamos. Nós nunca investimos mais que a nossa capacidade”.

RANKING NO ESTADO DE SÃO PAULO

  1. Poá
  2. BARUERI
  3. Piracicaba
  4. Caraguatatuba
  5. Birigui
  6. Paraibuna
  7. São José do Rio Preto
  8. Indaiatuba
  9. Peruíbe
  10. Louveira

Fonte Firjan

Matéria publicada no Jornal Estado de São Paulo deste Domingo Dia 18.03.2012 página A10 NACIONAL

Link Estado de São Paulo na Internet: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,so-2-dos-municipios-no-brasil-teve-boa-administracao-financeira-aponta-firjan,849503,0.htm

Divulgação Voluntária e Foto de Junior Holanda de Barueri-SP

Prefeitura de Barueri/SP incentiva autoestima do funcionário para aprimorar serviço público

Na Foto Acima  Prefeito Rubens Furlan fala com os funcionários públicos durante o evento. Imagem: Secretaria de Comunicação Social de Barueri/SP.

 

Como forma de aprimorar o serviço público prestado à população de Barueri, a Prefeitura, pelo segundo ano, realizou o programa “Nosso Abraço” neste mês de março, nos dias 7 e 9, e de 12 a 16.

Idealizado pela Secretaria de Administração, o programa leva palestras de autoestima a todo o funcionalismo público da Prefeitura, em dois grupos diários – um no período da manhã e outro à tarde, no Centro de Eventos. Este ano, os servidores assistiram às palestras de Leila Navarro e do professor Gretz.

“Somos hoje a cidade mais desenvolvida do Brasil graças ao trabalho e dedicação de todos vocês, funcionários públicos da Prefeitura de Barueri”, disse o prefeito Furlan aos servidores públicos, durante um dos dias de realização do programa. “Só tenho a agradecer muito a todos vocês, que nos ajudam a construir uma cidade cada vez melhor a toda nossa população”, complementou o prefeito.

Sobre os palestrantes

Agricultor e feirante até os 20 anos de idade, o professor João Roberto Gretz é formado em História e Administração. Já fez mais de 4 mil palestras nos últimos 27 anos. Graças a um humor contagiante e ao dom da palavra, alcançou a marca de conferencista brasileiro mais requisitado para diversos tipos de eventos empresariais. Entre os 11 livros publicados estão “A Força do Entusiasmo”, “Superando Limites” e “Viabilizando Talentos”.

Leila Navarro é palestrante há mais de 10 anos e consolidou nesse tempo um forte nome no Brasil e no exterior. Ao abordar temas comportamentais, de liderança, gestão de pessoas, vendas e empreendedorismo, já teve suas palestras assistidas por mais de um milhão de pessoas e hoje integra o ranking dos 20 maiores palestrantes do Brasil, segundo a Revista Veja. Além disso, já ganhou por duas vezes o Prêmio dos 100 Melhores Fornecedores de RH – Categoria Palestrante do Ano (2005 e 2009).

Estado de SP abre inscrições para 10 mil agentes escolares

Interessados têm até o dia 26 de março para se candidatarem; provas serão dia 22 de abril

Começou nesta quarta-feira, 14, o prazo de inscrição no concurso público que vai preencher 9.932 vagas de agente de organização escolar para trabalhar nas escolas da rede estadual. Os interessados poderão se cadastrar no site da Fundação Vunesp, até as 16h do dia 26 de março (horário de Brasília). O valor da inscrição é de R$ 22,90.

Para concorrer, os candidatos deverão atender às seguintes exigências: possuir nacionalidade brasileira; ter idade mínima de 18 anos completos; estar em situação regular com a Justiça Eleitoral; estar em dia com as obrigações do Serviço Militar (para os candidatos do sexo masculino); não registrar antecedentes criminais; possuir certificado de conclusão em curso de nível médio ou equivalente, reconhecido pela Secretaria da Educação; conhecimentos de informática; apresentar os originais do certificado de sanidade e capacidade física, emitido pelo órgão médico oficial do Estado de São Paulo. O concurso será composto por prova objetiva sobre conhecimentos gerais e específicos, além de avaliação de títulos. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por uma das 91 diretorias de ensino pertencentes à rede estadual de ensino de São Paulo, na qual realizará a prova. A prova será no dia 22 de abril nos municípios-sedes das 91 diretorias de ensino.

O que faz um agente escolar?

Dar suporte às ações da secretaria e atender à comunidade da escola são as funções do agente escolar. Ele também zela pelo bem-estar dos alunos e pela estrutura física da unidade; orienta os estudantes quanto às normas de conduta previstas no regimento escolar; controla a movimentação dos estudantes nas dependências da escola e imediações e auxilia na manutenção da disciplina geral. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e o salário é de R$ 800.

Fonte: Do Portal do Governo do Estado

Orgãos relacionados

 

Trabalho Voluntário de Divulgação de Junior Holanda de Barueri/SP

Novo sistema nos pedágios de SP beneficiará motoristas

Que tal gastar R$ 4 por uma viagem entre Indaiatuba e Campinas em vez dos atuais R$ 10,10? O preço do pedágio no Estado ficará mais justo com a mudança no sistema de pagamento eletrônico. A partir de 2013, a cobrança será feita com equipamentos mais modernos e mais baratos, o que refletirá em redução de custos para os motoristas.
No curto prazo, nada muda para quem já é usuário do sistema de tags.  A substituição dos equipamentos começa no início do ano que vem e vai até novembro de 2014. O prazo evitará correria aos postos de troca, já que não será necessário substituir o equipamento imediatamente.
Segundo Giovanni Pengue Filho, coordenador do projeto Ponto a Ponto da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o maior impacto da mudança é que o motorista pagará uma tarifa de acordo com o trecho percorrido. “Não é um recall, mas uma evolução de tecnologia que caminha para um modelo novo”, explica.
O que muda
Na prática, o motorista vai pagar apenas pelo trecho utilizado na rodovia. O Sistema Ponto a Ponto funcionará a partir da instalação de antenas ao longo da via. Os equipamentos fazem a leitura automática das tags, identifica os veículos e registra a cobrança de valor proporcional ao que efetivamente for percorrido. Cada estrutura é uma espécie de praça de pedágio virtual, sem barreiras e cabines de cobrança. Essa tecnologia já é utilizada nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.
Segundo Pengue Filho, a forma de pagamento também terá mudanças. Hoje, o usuário paga uma taxa de adesão (R$ 66,72), mensalidade (R$ 11,90) e recebe a fatura online ou via Correio, e o valor é debitado da conta corrente ou cartão de crédito. O projeto piloto prevê a cobrança pré-paga, ou seja, o motorista “compra” créditos que são debitados a cada passagem. A forma de recarga dependerá da concessionária do serviço, e poderá ser em dinheiro, débito, celular ou cartão de crédito. A nova tag custará cerca de R$ 3. Várias operadoras poderão oferecer o serviço, o que permitirá mais concorrência e trará benefícios aos usuários.
Implementação
Um projeto piloto está sendo desenvolvido na Rodovia Santos Dumont (SP-75), no trecho entre Itu (km 15) e Campinas (km 77,6). A partir de 1º de abril, os cidadãos que quiserem participar do projeto podem aderir gratuitamente. Todas as informações estão disponíveis no site da Artesp. Não há custo de adesão e nem mensalidade. 

Do Portal do Governo do Estado de São Paulo

Divulgação Voluntária de Junior Holanda de Barueri-SP 13.03.2012