Arquivos Mensais: agosto \31\UTC 2011

Hoje dia 31. 08. 2011: Confira mapa com 29,1 mil vagas no estado de São Paulo

Alphaville Barueri/SP - Foto Jr. Holanda 2011

Vagas são oferecidas pelo Emprega São Paulo e Centro de Solidariedade.
G1 mostra distribuição dos postos de trabalho por regiões.

Do G1, em São Paulo

O estado de São Paulo tem o total de 29.145 vagas de emprego abertas nesta semana.

O Emprega São Paulo, sistema de intermediação de mão de obra do governo de São Paulo, tinha cadastradas, até terça-feira (30), 25.889 vagas em todo o estado, número que é atualizado diariamente.

Mapa de emprego no estado de SP (30/08/11) (Foto: Arte/G1)

As oportunidades são distribuídas pelas 15 regiões administrativas. Clique no nome das áreas para ver as vagas correspondentes: Araçatuba, Baixada Santista, Barretos, Bauru, Campinas, Central, Franca, Grande São Paulo, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Registro (Vale do Ribeira).

De acordo com a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do estado de São Paulo, das cerca de mil vagas que entram no sistema do Emprega São Paulo diariamente, cerca de 800 são preenchidas no mesmo dia.

A Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho de São Paulo alerta que o cruzamento das vagas e dos currículos ocorre instantaneamente o dia todo. Portanto, haverá situação em que pode haver uma vaga disponível em determinado horário e logo no minuto seguinte ela já pode ter sido preenchida, o mesmo podendo ocorrer com os currículos – em um momento o candidato pode estar cadastrado e no minuto seguinte ele ser indicado para entrevistas.

Cidade de São Paulo
Já o Centro de Solidariedade ao Trabalhador (CST), centro de intermediação de mão de obra na cidade de São Paulo, oferecia até terça-feira (30) 3.157 vagas para a Grande São Paulo, além de 99 para deficientes.

Um subtotal de 3.021 se destina a candidatos que tenham fácil acesso ou residam perto do local de trabalho, uma preferência dos empregadores – clique aqui para ver os postos por região, os cargos com maior número de oportunidades entre as áreas operacional, administrativa e técnica, os requisitos exigidos e os salários mínimos e máximos em cada função.

Mapa de emprego no estado de SP (30/08/11) (Foto: Arte/G1)

Existem ainda 146 chances para candidatos da Grande São Paulo (Guarulhos, Osasco e cidades do ABC).

Não há um prazo para inscrição. A seleção é feita até o preenchimento das vagas. Por isso, é recomendado que os candidatos compareçam às unidades do CST o quanto antes.

De acordo com o Centro de Solidariedade ao Trabalhador, as vagas da área administrativa são preenchidas mais rapidamente que as demais devido à grande procura.

Zona Sul
A Zona Sul oferece 610 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são auxiliar de limpeza (98), operador de telemarketing (47), vendedor (50).

Além das vagas no mapa acima, há ainda
15 para cozinheiro (entre R$ 580 e R$ 1.200), 14 para atendente de lanchonete (entre R$ 565 e R$ 812), 1 para auxiliar de contas a pagar (R$ 850), 1 para estagiário em ciências contábeis (à combinar), 1 para técnico orçamentista na construção civil (R$ 1.800) e 1 para pintor a Revolver ( R$ 1.044).

Zona Oeste
A Zona Oeste oferece 655 vagas. Os cargos com maior número de vagas são  operador de supermercados (190), operador de caixa (27) e auxiliar de cozinha (24).

Há ainda 12 para faxineiro (média de R$ 598), 30 para operador de telemarketing (R$ 800), 7 para pedreiro (R$ 1200) e 4 para marceneiro ( entre R$ 1100 e R$ 2 mil).

Centro
No Centro são 998 postos, sendo que os cargos com maior número de vagas são auxiliar de cobrança (81), operador de telemarketing (65) e auxiliar de limpeza (43).

Há ainda 31 para vendedor (entre R$ 700 e R$ 780), 5 para operador de vendas (R$800), 5 para auxiliar de estoque ( à combinar), 6 para analista de cobrança ( R$ 920), 1 para auxiliar de nutrição e dietética (R$ 820) e 5 para costureira (R$ 817).

Clique para ver a lista completa de vagas na região

Zona Leste
Na Zona Leste são 566 vagas. Os cargos com maior número de vagas são de operador de telemarketing (73), auxiliar de linha de produção (55) e serralheiro (12).

Há ainda 37 para vendedor (entre R$ 575 e R$ 1 mil), 10 para operador de supermercados (R$ 772), 1 para técnico em edificações (R$ 870) e 7 para soldador (R$ 1 mil).

Zona Norte
A Zona Norte conta com 192 vagas, sendo que os cargos com maior número de vagas são de operador de telemarketing (20), porteiro (19) e serralheiro (12).

Há ainda 3 para auxiliar de cozinha (R$ 725), 10 para operador de caixa (R$ 644), 10 para montador de elevadores (R$ 735) e 4 para auxiliar de manutenção predial (entre R$ 770 e R$ 1 mil).

Como se candidatar
No caso do Emprega São Paulo, o candidato pode comparecer a um dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) – clique aqui para ver os endereços, onde será atendido por um funcionário. O interessado pode ainda fazer o cadastro pela internet, no site www.empregasaopaulo.sp.gov.br.

Os interessados nas vagas do Centro de Solidariedade ao Trabalhador devem comparecer aos endereços abaixo com carteira profissional, RG, CPF, certificado de escolaridade e currículo.

Centro de Solidariedade ao Trabalhador de São Paulo
Região central
Rua Galvão Bueno, 782 – Liberdade
Zona Sul
Rua Barão do Rio Branco, 864 – Santo Amaro
Estrada de Itapecerica, 3.770
Zona Norte
Avenida Cabo Adão Pereira, 384 – Pirituba
O horário de atendimento é das 7h às 16h, de segunda a sexta-feira

Por 265 votos a 166, Câmara absolve deputada Jaqueline Roriz. Muitos se escondem sob o Voto Secreto, diz relator do caso Jaqueline

Deputada foi flagrada recebendo dinheiro do delator do mensalão do DEM.
Em votação secreta, parlamentares rejeitaram relatório que pedia cassação.

Do G1, em Brasília

//

Em votação secreta, o plenário da Câmara dos Deputados absolveu nesta terça-feira (30), por 265 votos a 166 e 20 abstenções, a deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF) do processo que pedia cassação de seu mandato.

Os parlamentares rejeitaram relatório do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), que pedia a perda de mandato de Jaqueline, após a revelação de um vídeo em que ela aparece recebendo dinheiro do delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa. A gravação foi feita em 2006, mas foi divulgada no início deste ano.

Para que Jaqueline perdesse o mandato, era necessária a concordância da maioria absoluta dos deputados, ou seja, 257 votos (mais da metade dos 513 parlamentares da Casa). Se a cassação tivesse sido aprovada, Jaqueline ficaria inelegível por oito anos.

Nesta segunda, a deputada encaminhou um “memorial” de 28 páginas aos 513 parlamentares pedindo a rejeição do parecer do Conselho de Ética. O memorial argumentava que Jaqueline “não se encontrava no exercício de qualquer mandato, especialmente de deputada federal” quando ocorreram os fatos, em 2006.

No início da sessão, a pedido de deputados, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-SP), determinou a retirada de câmeras do plenário, com a finalidade de evitar que o voto de algum dos parlamentares fosse revelado. A votação, secreta, ocorreu por processo eletrônico, pelo qual os deputados, da própria bancada, apertavam um botão para votar a favor ou contra. Depois, Maia voltou atrás e autorizou o retorno das câmeras.

O autor do relatório que pedia a cassação de Jaqueline Roriz, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), foi o primeiro a falar. Ele defendeu a cassação sob o argumento de que, embora tenha acontecido antes da eleição do ano passado, o fato que motivou o processo de cassação só se tornou conhecido em março deste ano, durante o exercício do mandato da deputada.

“Temos legitimidade para julgar fato pretérito quando esse fato não é conhecido”, declarou Sampaio, que negou ter alguma motivação específica para pedir a cassação. “O sentimento que me move é um sentimento de justiça. E não qualquer outro”, declarou.

//

O advogado de Jaqueline Roriz, José Eduardo Alckmin, se valeu de uma decisão de 2007 do Conselho de Ética da Câmara para defender a tese de que o parlamentar só pode ter o mandato cassado por fato ocorrido no exercício do mandato. “Fato praticado fora do exercício do mandato parlamentar não tem o poder de configurar ato atentatório à ética e ao decoro parlamentar”, declarou o advogado.

Segundo Alckmin, cassar o mandato nessas condições seria “uma estranha forma de admitir uma retroatividade punitiva”. Para Alckmin, se aprovada a cassação, haveria “um campo aberto para perseguições políticas”.

A deputada Jaqueline Roriz subiu à tribuna da Câmara após o discurso do advogado e leu a própria defesa. Ela atacou o “jornalismo predatório” e disse que sofreu “implacável condenação por parcelas da mídia”.

A deputada afirmou que a “dor excessiva” que sofreu em razão do episódio a fez se calar. Ela atribuiu as críticas que recebeu ao “absoluto interesse político”. “O procurador-geral da República me denunciou faltando quatro dias para o julgamento desta Casa, e eu ao menos fui ouvida”, afirmou.

A deputada Jaqueline Roriz durante discurso na sessão da Câmara que decidiu sobre o processo de cassação (Foto: Ed Ferreira / Agência Estado)
A deputada Jaqueline Roriz durante discurso na
sessão da Câmara que decidiu sobre o processo
de cassação (Foto: Ed Ferreira / Agência Estado)

Durante o discurso, ela se referiu ao período de 11 anos em que viveu fora do país devido aos problemas de saúde do filho. “Tenho certeza que nesta Casa não há lugar para condenações sumárias”, declarou.

Após a fala de Jaqueline Roriz, quatro deputados – Chico Alencar (PSOL-RJ); Erica Kokay (PT-DF); Reguffe (PDT-DF); Vanderlei Macris (PSDB-SP) – se pronunciaram em defesa do relatório de Carlos Sampaio e um, contra – Vilson Covatti (PP-RS).

No Supremo
Apesar da absolvição na Câmara, a deputada responde, ainda, a inquérito no Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, apresentou à Corte denúncia criminal contra a deputada, acusada de peculato por ter atuado para que um servidor público usasse sua função no desvio de recursos em benefício dele e de terceiros.

A defesa da deputada afirmou que vai se pronunciar após a análise da denúncia e questionou o crime pelo qual Jaqueline é acusada.

Caberá ao Supremo decidir se aceita ou não a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra a parlamentar. Se aceitar, ela passará a ser ré no processo numa ação penal. Essa análise será feita pelo plenário da Corte e não tem data para ocorrer. O relator do caso no STF é o ministro Joaquim Barbosa.

‘Muitos se escondem’ sob o voto secreto, diz relator do caso Jaqueline

Carlos Sampaio diz que Câmara teve sentimento ‘descolado do da nação’.
Câmara absolveu deputada Jaqueline Roriz de cassação nesta terça.

Andréia Sadi e Sandro LimaDo G1, em Brasília

O relator do caso Jaqueline Roriz, deputado Carlos Sampaio, discursa na tribuna da Câmara (Foto: Ed Ferreira / Agência Estado)
O relator do caso Jaqueline Roriz, deputado Carlos
Sampaio, discursa na tribuna da Câmara (Foto: Ed
Ferreira / Agência Estado)

Relator do processo que pedia a cassação de Jaqueline Roriz (PMN-DF), o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) disse nesta terça-feira (30) que o voto secreto foi o “ponto crucial” da absolvição da deputada federal. Para o tucano, o voto secreto é uma “excrescência”.

“Além do espírito de corpo do Congresso, o voto secreto foi o ponto crucial para absolvição de Jaqueline. Ninguém quer se expor e muitos se escondem debaixo do voto secreto”, afirmou o deputado ao G1.

Jaqueline Roriz foi absolvida por 265 votos da acusação de quebra de decoro parlamentar. Outros 166 votaram pela perda do mandato; houve 20 abstenções. A deputada foi flagrada em um vídeo, divulgado em março, recebendo dinheiro de Durval Barbosa, delator do chamado “mensalão do DEM” no Distrito Federal.

“Fiquei frustrado em razão do Parlamento demonstrar um sentimento descolado do da nação. As provas eram contundentes”, reafirmou o deputado do PSDB.

Além de Sampaio, outros deputados criticaram o sistema de votação secreta. Para o deputado Ivan Valente (PSOL-SP), o sigilo permitiu “que a impunidade continue”.

“”Certamente foi o principal fator para a absolvição. O Conselho de Ética pode apresentar o melhor julgamento, a melhor prova. O relatório do deputado Carlos Sampaio foi objetivo e consistente, mas não foi capaz de mostrar ao conjunto da Casa que era preciso dar uma demonstração de que o Parlamento está disposto a punir irregularidades””, disse Valente.

Após a absolvição de Jaqueline, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) classificou o voto secreto de “vergonhoso””.

Dia 30.08.2011: Confira as vagas oferecidas pela Casa do Trabalhador de Barueri

Bairro Alphaville Barueri-SP - Foto Jr. Holanda

A Casa do Trabalhador de Barueri, mantida pela Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho da Prefeitura, divulga vagas de difícil colocação. O órgão informa ainda que, devido à procura, as vagas ficam à disposição por tempo limitado. Confira:

 Auxiliar de limpeza

Masculino/Feminino – 6 meses de experiência – Ensino fundamental – 20 até 45 anos – Salário R$770,00 – Ter disponibilidade de horário – Para trabalhar em Barueri.

 

Auxiliar de quadra

Masculino – experiência não exigida – Cursando Ensino médio – 16 anos (que tenha completado recentemente) – Salário à combinar – Para trabalhar em Barueri.

 

Auxiliar de serviços gerais

Masculino – 6 meses de experiência – Alfabetizado – 30 até 50 anos – Escala 6×1 – Salário R$ 697,00 – Para trabalhar em Barueri.

 

Auxiliar de manutenção

Masculino – 6 meses de experiência – Ensino fundamental – 18 até 50 anos – Salário R$697,34 – Vale transporte e Refeição no local – Para trabalhar em Barueri.

 

Operador de telemarketing

Masculino/Feminino – 6 meses de experiência – Ensino médio completo – 19 até 45 anos – Salário R$550,00 + comissão e benefícios – Para trabalhar em Barueri.

 

Operador de retroescavadeira

Masculino – 6 meses de experiência – Ensino fundamental – 25 até 50 anos – Salário a combinar – Para trabalhar em Barueri.

 

Operador de motoniveladora

Masculino – 6 meses de experiência – Ensino fundamental – 25 até 50 anos – Salário a combinar – Para trabalhar em Barueri.

Grupo Pão de Açucar seleciona 114 vagas em Barueri e Carapicuiba Região Metropolitana de São Paulo, saiba mais

São mais de 100 oportunidades em diversos cargos
Seleção acontece no município de Carapicuíba, região metropolitana de SP.

Do G1, em São Paulo

Atendimento no Centro de Solidariedade ao Trabalhador
Atendimento do Centro de Solidariedade ao
Trabalhador (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Centro de Solidariedade ao Trabalhador de São Paulo seleciona entre esta segunda-feira (22) e quinta-feira (25) 114 profissionais para nova loja do Grupo Pão de Açúcar instalada no bairro de Tamboré, em Barueri, região metropolitana de São Paulo.

A seleção acontece no município de Carapicuíba, na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, 15, a partir das 8h. Serão entregues senhas para atendimento.

No mesmo local será possível fazer a pré-seleção, de acordo com o perfil das vagas, testes de conhecimentos gerais, dinâmica de grupo e entrevista com o empregador.

Há chances para diversas funções distribuídas entre os setores de mercearia, pratos prontos, caixa, peixaria, padaria, bazar, frios, açougue e recepção.

O destaque fica por conta das 74 vagas para operador de supermercado e 18 para empacotador. Para essas funções não é necessário ter experiência anterior, no entanto é preciso ter ensino médio completo ou em curso.

As demais chances estão divididas entre 2 para pizzaiolo, 1 para peixeiro, 2 para sushiman, 7 para auxiliar de padaria, 2 para confeiteiro, 3 para padeiro, 3 para açougueiro, 1 para atendente de perecíveis e 1 para cartazista. Nesses casos, a empresa exige 6 meses de experiência na função pretendida e ensino fundamental completo.

Para todas as situações é importante ter disponibilidade de horário e morar nas imediações do bairro Tamboré. O salário será informado pela empresa na seleção.

Os interessados devem comparecer portando carteira de trabalho, CPF, RG e PIS.

Veja os requisitos:
Operador de Supermercado (para todas as seções) – Ensino Médio Completo ou Cursando. É imprescindível interesse em atuar com atendimento a clientes, manipulação de alimentos e na reposição de mercadorias.

Cartazista – Ensino Fundamental. É imprescindível conhecimentos na confecção de faixas, letreiros e cartazes.

Açougueiro – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimento no corte de carnes e aves, preparo de bandejas e atendimento ao balcão.

Peixeiro – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimento no corte e limpeza de diversos tipos de peixes e preparo de bandejas.

Padeiro – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimento em produção de pães diversos, salgados e doces, bem como atendimento ao cliente.

Confeiteiro – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimento em produção de salgados e doces, bem como atendimento ao cliente.

Auxiliar de Padaria – Ensino Fundamental Completo. Desejável conhecimento em produção de pães diversos, salgados e doces, bem como atendimento ao cliente.

Sushiman – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimentos em gastronomia oriental e no preparo e cortes de sushis e sashimis.

Pizzaiolo – Ensino Fundamental Completo. Indispensável conhecimentos no preparo de massas e confecção de pizzas e preparação de temperos e recheios

Concurso do INSS será para 2,5 mil vagas, diz Previdência

Serão 2 mil vagas para técnico previdenciário e 500 para perito médico.
Ministro havia anunciado concurso via Twitter no último sábado (13).

Do G1, em São Paulo

O Ministério da Previdência Social informou nesta terça-feira (16) que foi definido que o concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá 2,5 mil vagas, sendo 2 mil para técnico previdenciário (nível médio) e 500 para perito médico (nível superior em medicina).

A reunião foi realizada na sexta-feira (12) entre técnicos dos Ministérios da Previdência Social e do Planejamento.

No sábado (13), o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, anunciou, via Twitter, que o edital deverá sair até o fim de setembro. No entanto, o ministro falou em 2,7 mil vagas. As 200 restantes que ele citou são para assistentes sociais já aprovados no concurso realizado em 2009 para 900 vagas e que serão chamados.

De acordo com o ministério, o processo seletivo para as 2,5 mil vagas deverá ser realizado este ano e a previsão é de que os novos servidores possam ser empossados a partir de março de 2012.

Segundo o Ministério da Previdência Social, a contratação da empresa organizadora da seleção será efetivada apenas após a autorização formal do Ministério do Planejamento para a realização do concurso ser publicada no “Diário Oficial da União”.

O objetivo do concurso é preencher as vagas que serão abertas nas novas agências do Plano de Expansão da Rede de Atendimento e para substituir os servidores remanejados para as agências que estão sendo inauguradas.

O PEX prevê a implantação de 720 novas agências da Previdência Social em cidades com mais de 20 mil habitantes que não possuem unidades fixas prestando todos os serviços previdenciários. Desse total, 71 já foram inauguradas. Até o final de 2014, as 649 unidades restantes deverão ser entregues à população.

No dia 20 de julho, o Ministério da Previdência Social divulgou que a presidente Dilma Rousseff havia autorizado, em caráter excepcional, a realização do novo concurso público

Professores de escolas públicas fazem paralisação nacional

Professores de escolas públicas de todo o País param
as atividades nesta terça-feira (16) para pedir o cumprimento da lei que
estabelece um piso salarial para a categoria. A paralisação foi
convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e pelo
menos em 11 Estados os sindicatos locais prepararam assembleias e outras
atividades de mobilização.

A Lei do Piso foi sancionada em 2008 e determinou que
nenhum professor da rede pública com formação de nível médio e carga horária de
40 horas semanais pode ganhar menos do que R$ 950. O valor do piso corrigido para 2011 é R$ 1.187.
Naquele mesmo ano, cinco governadores entraram com ação no Supremo Tribunal
Federal (STF) questionando a constitucionalidade da legislação e só este ano a
Corte decidiu pela legalidade do dispositivo. Desde então, professores de pelo
menos oito Estados entraram em greve no primeiro semestre de 2011 reivindicando
a aplicação da lei.

 

“É uma teimosia e um descaso dos gestores em cumprir essa lei, o que
caracteriza falta de respeito com o educador. Prefeitos e governadores estão
ensinando a população a desrespeitar a lei quando não cumprem ou buscam
subterfúgios para não cumprir”, defende o presidente da CNTE, Roberto Leão.

Um dos pontos da lei que foi questionado pelos
gestores é o entendimento de piso como remuneração inicial. O STF confirmou,
durante o julgamento, que o piso deve ser interpretado como vencimento
básico
: as gratificações e outros extras não poderiam ser incorporados à
conta como costumam fazer algumas secretarias de Educação. “Isso [incorporação
de gratificações] descaracteriza o piso e a carreira. Como a lei determina um
piso para professores de nível médio, em alguns estados a diferença do piso do
profissional de nível médio para o de nível superior é apenas R$ 30. Desse
jeito, a carreira não atrai mais os jovens para o magistério porque ele não tem
perspectiva”, diz Leão.

As prefeituras alegam que faltam recursos para pagar o que determina a lei.
Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) com 1.641
prefeituras mostra que, considerando o piso como vencimento inicial, a média
salarial paga a professores de nível médio variou, em 2010, entre R$ 587 e R$
1.011,39. No caso dos docentes com formação superior, os valores variaram entre
R$ 731,84 e R$ 1.299,59. “Eu nunca vi município ir à falência porque construiu
biblioteca ou pagou bem a seus professores”, reclama o presidente da CNTE.

Segunda-Feira Dia 15 de Agosto de 2011: Concursos públicos oferecem 20 mil vagas

Candidatos podem concorrer a 50 processos de seleção em pelo menos 21 Estados

Do R7

Estão abertas 19.054 vagas de emprego em concursos públicos do país. Há oportunidades para todos os níveis – ensino fundamental (equivalente ao primeiro grau), ensino médio (equivalente ao segundo grau) e diploma universitário.

Há vagas no Brasil inteiro para mecânicos, pedreiros, professores, cozinheiras, auxiliares administrativos, técnicos em informática, médicos, advogados, engenheiros, entre outros cargos.

Notícias de educação e carreiras
Saiba mais sobre o Enem
Saiba mais  sobre o Fies
Saiba mais sobre concursos

Os concursos acontecem em pelo menos 21 Estados: Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Roraima, Tocantins, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

A remuneração varia desde R$ 300 até R$ 21,7 mil, de acordo com cargo e nível escolar.

Salários

As maiores remunerações são para as vagas do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 16ª Região e do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que pagam R$ 21.766; e para a UnB (Universidade de Brasília), com R$ 11.755 de salário.

Serão contratados quatro juízes substitutos pelo TRT da 16ª Região, do Maranhão, e 19 no TRF-3. Para se candidatar é preciso ter pelo menos três anos de experiência com atividades jurídicas.

O maior número de vagas oferecidas é do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que vai contratar  4.250 candidatos. Para participar é necessário ter ensino médio ou superior e preencher a ficha de inscrição para o concurso até 19 de setembro. Os salários oferecidos são de R$ 800 a R$ 4.000.

Saiba as regras do concurso

A Polícia Militar de São Paulo também abriu inscrições para vagas do corpo policial. A corporação oferece 2.683 vagas. A remuneração é de R$ 1.090.

Concursos oferecem 20 mil vagas com salário de até R$ 21 mil

Órgão (clique para acessar o edital) Prazo final Taxa Prova Vagas Salário Escolaridade
Aeronáutica 18/08 Não informado 12/09 341 Não informado Ensino Superior
Exército 17/08 R$ 130,00 25/09 140 Não informado Farmacêuticos, Odontólogos e Médicos
IBGE 19/09 R$20,00 30/10 4.250 R$803,25 a R$4.000,00 Ensino médio e superior
Tribunal Regional Federal da 3ª Região 30/08 Não informado a definir 19 R$21.766,15 Juiz federal substituto; Ensino superior
Marinha 01/09 R$20,00 a definir 778 R$2.200,00 Ensino médio
Vale Prorrogadoaté 31/08 Não informado a definir 380 Não informado Diploma de engenheiro
Vale (para deficientes) 15/08 Não informado a definir 160 Não informado Todos os níveis de ensino
Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro 11/09 R$50 a R$ 60 a definir 44 R$1.849,94 Ensino médio e superior
Assembleia Legislativa (ES) 24/08 R$50 para nível médio e R$70 para nível superior 10/9 141 R$2.620,41 a R$ 8.570,80 Ensino médio e superior
Prefeitura de Betim (MG) 08/09 R$35 23/10 101 R$1.090,00 Guarda Municipal
Prefeitura de Formiga (MG) 25/08 R$20 a R$ 40 entre 17 e 18/09 184 R$545,00 a R$ 5.557 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Joaíma (MG) 08/09 R$38,00 a R$ 100,00 10/2 163 R$545,00 a R$4.100,00 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Ouro Branco (MG)             17/08 R$ 28 a R$100 09/11 110 R$560 a R$ 3.758,01 Todos os níveis de ensino
Polícia Militar de São Paulo 02/09 R$20 16/10 2.683 R$1.090 Policial
Prefeitura de Estância Turística de Itu (SP)             19/08 R$ 22 para nível fundamental, R$28 para médio e R$ 48 para superior 04 e 11/09 250 R$ 1,883.30 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de São Lourenço da Serra (SP) 19/08 R$ de 18
a R$ 50
a definir 122 R$550,00 a R$ 1.184,00 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Taboão da Serra (SP) 26/08 R$ 72.90 a definir 109 R$ 1.864,50 a R$ 10.000 Ensino Superior
Prefeitura de Matinhos (PR) 25/08 R$ 545 a R$ 4 mil 25/9 364 R$ 545 a R$ 4.000 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Marmeleiro (PR) 29/12 R$40 a R$ 60 a definir 17 R$510,00 a R$ 1.024,00 Ensino médio e superior
Prefeitura de Canoas (RS) 14/08 R$48 para nível médio e R$75 para superior 28/08, 25/09 e 2/10 510 R$1.057,77 a R$1.756,99 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Sapucaia do Sul (RS) 18/08 R$ 35 para nível fundamental, R$ 50 para médio e R$ 75 para superior 11/9 654 R$ 839,77 e R$ 7.823,68 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Rio do Sul (RS) 18/08 de R$6 a R$35 a definir 385 R$636,50 a R$ 8.592,82 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Ipameri (GO) 09/09 R$ 16 a R$ 35 a definir 776 $ 545 e R$ 2.800 Todos os níveis de ensino
Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia (GO) Prorrogado até
15/08
R$ 50 a definir 240 R$ 850 a R$ 2.800 Todos os níveis de ensino
Conselho Regional de Enfermagem (MT)             16/09 R$ 25 a R$ 50 25/9 303 até R$ 2.257,59 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Primavera do Leste (MT)             05/09 R$ 35 a R$ 85 25/09 e 2/10 185 R$ 663,68 a R$ 6.597,29 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Bela Vista (MS) 19/08 R$ 30 a R$ 80 9/10 265 R$ 577,70 a R$ 6.600 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Breves (PA) 19/08 R$ 50 a R$ 80 4/9 490 R$ 545 a R$ 3.000 Todos os níveis de ensino
Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (RO) 22/08 R$ 70 4/9 300 R$ 982.36 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Gurupi (TO) 19/08 R$28 a R$ 48 a definir 293 R$562,27 e R$ 974,36 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Atalaia (AL) 02/09 não informado (conferir) 10/2 439 R$545 a R$ 1.700 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Lauro de Freitas (BA) 22/08 R$40 a R$ 60 a definir 634 R$555 a R$ 3.500 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Coreaú (CE) 04/09 R$ 38 a R$ 98 23/10 228 R$ 545 a R$ 5 mil Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Senador La Rocque (MA) 28/08 R$40 a R$92 16/10 181 R$545 e R$ 4.000 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Maracanaú (CE) 09/09 R$80 para nível fundamental e médio e R$ 140 para superior 30/10 e 06/11 856 R$550,05 e R$ 2.948,66. Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Conceição (PB) 16/09 De R$ 32 a R$ 72 4/11 429 R$ 545 a R$ 5.000 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Nova Olinda (PB) 05/09 De R$ 32 a R$ 73 a definir 125 R$ 545 a R$ 3.000 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Pombal (PB) 26/08 De R$ 31,50 a R$ 72. a definir 250 R$ 545 a R$ 1.100 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Camocim de São Félix (PE) 05/09 R$40 a R$ 50 a definir 306 R$5,100 Todos os níveis de ensino
Prefeitura de Floriano (PI) 04/09 R$ 20 a R$ 120 9/10 123 Não divulgado Todos os níveis de ensino
Prefeitura Municipal de Martins (RN) 21/08 R$ 30 a R$ 75 1/10 e/ou 2/10 138 R$ 545 a R$ 6.000 Todos os níveis de ensino
UnB (Universidade de Brasília) 15/09 R$ 294 a definir 1 R$ 11.755 Doutorado
UnB (Universidade de Brasília) 31/08 R$294 a definir 2 R$ 11.755 Doutorado
UnB (Universidade de Brasília) 31/08 R$183 a definir 1 R$ 7.333 Ensino superior, mestrado e doutorado
Prefeitura de Santos (SP) 28/08 De R$55 a
R$ 75
a definir 914 De R$ 1.090 a R$ 5.107 Todos os níveis de ensino
CISAMAPI (Minas Gerais) 23/08 De R$ 21 a
R$ 37
a definir 21 De R$ 545 a
R$ 926
Ensino fundamental, médio e técnico
Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (Maranhão) 16/08 R$ 100 a definir 4 R$ 21.766 Ensino superior
Prefeitura de Diamantino (Mato Grosso) 16/08 R$ 30 a
R$ 70
11/9 116 R$ 545,00 a
R$ 2.826
Todos os níveis de ensino
Companhia Docas de São Sebastião (São Paulo) 15/08 R$ 80 11/9 39 De R$ 790 a
R$ 5.300
Ensino fundamental, médio e superior

Sabesp abre concurso para o preencher 1060 vagas de estágio

Interessados podem se inscrever até dia 29;  há vagas para nível regular, técnico e superior

Estão abertas as inscrições para o concurso público de estagiários para a Sabesp até 29 de agosto de 2011. Há 1060 vagas para o Ensino Médio Regular, Técnico e Superior.

Todas as informações estão disponíveis no site da empresa contratada para a realização do processo seletivo neste endereço.

A taxa é de R$ 7,50 e as provas serão aplicadas em 11 de setembro de 2011.

Confira o edital completo.

Da Sabesp

Carrefour abre 350 vagas em São Paulo

Entre cargos estão vendedor, repositor, balconista e fiscal de loja.
Processo de seleção ocorrerá entre os dias 8 e 22 de agosto.

Do G1, em São Paulo

Carrefour (Foto: Divulgação)
Carrefour (Foto: Divulgação)

O Carrefour inicia processo de seleção para a contratação de colaboradores nas lojas da cidade de São Paulo. São 350 vagas efetivas para os cargos de fiscal de loja, operador de caixa, vendedor, repositor, balconista, promotor de vendas e auxiliar de perecíveis.

Os interessados devem participar do processo de seleção, que ocorrerá até 22 de agosto, às 8h, na Rua do Manifesto, 931, 4º andar. Os currículos também podem ser entregues no balcão de Atendimento ao Cliente da loja mais próxima à  residência do candidato.

O Carrefour oferece aos funcionários assistência médico-hospitalar e odontológica, convênio com farmácia e ótica, plano de previdência privada, seguro de vida, restaurante no local, vale-transporte e Cartão Carrefour.

As etapas da seleção envolvem triagem de currículo, entrevistas e dinâmicas de grupo. A carga horária de trabalho é de 44 horas por semana. É necessário que os candidatos tenham disponibilidade de horário. Como a empresa investe na formação de seus colaboradores para exercer as funções, o processo seletivo está aberto para candidatos com ou sem experiência.

Veja os requisitos:
Vendedores

Candidatos com 2º grau completo, noções de informática, experiência de seis meses em vendas de eletrodomésticos, cine-foto-som, materiais telefônicos e informática.

Repositores
Candidatos com 2º grau completo ou cursando para atuar nas áreas de bazar, eletro, alimentar, bebidas e perfumaria.

Balconistas / Auxiliar de Perecíveis
Candidatos com 1º grau completo para atuar na área de fatiagem, reposição e arrumação de balcões de frios e laticínios, auxílio na produção, arrumação e atendimento em balcão nas áreas de padaria, açougue, peixaria e abastecimento de frutas, legumes e verduras.

Recepcionistas de Caixa
Candidatos com 2º grau completo ou cursando para atuar no registro e recebimento das mercadorias, priorizando o bom atendimento ao cliente.

Fiscais de Loja
Candidatos com 2º grau completo para atuar na fiscalização e controle de movimentação de mercadorias e pessoal, controle de quebras, monitoramento de câmeras, segurança patrimonial e orientação ao público.

Promotor de vendas
Candidatos com 2º grau completo e com boa habilidade de comunicação para atuar na venda de produtos e serviços financeiros.

China registra inflação de 6,5%, seu nível mais alto em 37 meses

Alimentos, que subiram 14,8%, puxaram inflação para cima.
Para o governo, aumento dos preços pode causar problemas sociais.

Da EFE

A inflação na China alcançou em julho 6,5%, um décimo mais que no mês anterior, na maior alta de preços em 37 meses, apesar dos esforços do governo do país para controlar a espiral inflacionária.

Alguns analistas haviam previsto que o pico dos preços na China seria alcançado em junho, e que na segunda metade do ano haveria estabilização, mas os dados publicados nesta terça-feira (9) pelo Birô de Estatísticas da China revelaram que a inflação chinesa ainda não tocara o teto.

Os alimentos, que subiram 14,8% no sétimo mês do ano (quatro décimos mais que em junho), foram o principal fator da alta, como acontecera em meses anteriores.

A alta dos preços não alimentícios da cesta do IPC, por outro lado, desacelerou em julho (2,9%) com relação a junho (3%).

A instituição também divulgou o Índice de Preços de Produção, medidor da inflação no comércio no atacado, e que mostrou taxas ainda mais altas, de 7,5% em julho (quatro décimos mais que em junho).

Pequim considera que um aumento excessivo dos preços pode causar não só problemas macroeconômicos mas também sociais, como ocorreu em 1989, já que os protestos da Praça da Paz Celestial foram precedidos por uma forte inflação (que chegou a 7% em 1987 e a 18% em 1988).

Por isso, o regime comunista fixou como principal prioridade macroeconômica para este ano a contenção dos preços, tomando medidas como a alta das taxas de juros (em três ocasiões) e o aumento do depósito compulsório nos bancos (seis vezes).