Arquivos Mensais: julho \31\UTC 2010

Morador de rua é candidato a deputado estadual

DIMITRI DO VALLE
DE CURITIBA

Empresário falido com o confisco no governo Collor, José de Camargo, 62, que mora na rua há 11 anos, decidiu candidatar-se a deputado estadual pelo PRTB no Paraná.

Com uma motoneta, comprada com o dinheiro que arrecadou catando latinhas e outros materiais recicláveis e coberta de adesivos do partido (ele ainda não foi buscar os próprios santinhos), o sem-teto diz que costuma pedir votos na rua, sozinho.

Marco André Lima/Folhapress
Empresário falido confisco do governo Collor, José de Camargo, que mora na rua há 11 anos, decidiu candidatar-se
Empresário falido confisco do governo Collor, José de Camargo, que mora na rua há 11 anos, decidiu candidatar-se

Se eleito, o candidato quer criar uma comunidade de recuperação de dependentes químicos na região de Curitiba e atuar como representante dos catadores de lixo contra “o lobby das grandes empresas” do setor de limpeza.

“Quero ser deputado para acabar com o monopólio do lixo neste país e, anote aí, que em 2014 serei candidato à Presidência”, afirma.

Zezé de Camargo –como é conhecido num galpão abandonado na periferia de Curitiba, onde mora sob a permissão do proprietário do imóvel– conta que foi parar na rua após problemas financeiros graves seguidos de uma crise de depressão e cinco tentativas de suicídio.

Pai de quatro filhos do casamento e outros quatro frutos de “produção independente”, Zezé afirma que é dependente de álcool desde os sete anos de idade.

Nos dias em que trabalha até 18 horas como catador, Zezé consegue fazer R$ 100. Quando não vai para o “mocó”, local de abrigo dos catadores, ele pode ser encontrado numa velha camionete que também é improvisada como casa.

Os problemas pessoais e sua história nas ruas começaram quando ele, dono de uma factoring (empresa que presta financiamentos e empréstimos), sofreu calotes devido ao Plano Collor.

“Vou continuar minha vida de morador de rua”, diz ele, caso seja eleito.

“A rua é minha vida. Aqui me sinto útil ajudando as pessoas”, afirma Camargo, que ganhou o apelido de Zezé devido à semelhança, quando criança, com a atriz e comediante Zezé Macedo.

“Na época, não gostava. Mas é óbvio que agora é bom, por causa da associação com Zezé Di Camargo e Luciano”, afirma, numa referência à dupla sertaneja.

Zezé diz que, antes mesmo de ir morar na rua, enfrentou problemas graves.

Conta que em 1969 se envolveu num tiroteio em uma boate de prostituição e que em 1977 atropelou um pedestre, que acabou morrendo.

“Mas há muito tempo eu sou um cara de paz.”

+ Notícias sobre eleições

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Região Oeste já tem 91 candidatos a deputado confirmados

Ao todo, a Câmara Federal será disputada por 37 candidatos e a Assembleia Legislativa por 54. Ainda indefinidos, PP e PTdoB podem ampliar esse quadro

Guilherme Lisboa
(politica@webdiario.com.br)

Às vésperas da data limite para a homologação das candidaturas – próxima segunda-feira – os partidos já possuem um quadro geral dos candidatos que foram oficializados nas convenções estaduais, realizadas nas últimas três semanas. Até o momento, a região já conta com 91 candidatos, cenário que deve sofrer ligeiras alterações, pois alguns postulantes podem ter o registro negado pela Justiça Eleitoral nos próximos dias ou, então, as siglas podem acrescentar novos nomes na disputa.
Dentre os candidatos oficializados (veja tabela abaixo), o panorama é o seguinte: serão 37 nomes na corrida pela Câmara Federal e 54 pela Assembleia Legislativa do Estado. Os atuais deputados estaduais Marcos Martins (PT), Celso Giglio (PSDB), Gil Arantes (DEM), Waldir Agnello (PTB) e Gilmaci Santos (PRB) vão disputar a reeleição, bem como os federais João Paulo Cunha (PT) e Fernando Chucre (PSDB).
O Diário da Região publicou, nos últimos dias, o passo a passo da oficialização dos candidatos, a cada convenção realizada. Algumas surpresas marcaram as convenções, dentre elas o naufrágio dos projetos de dois vereadores de Carapicuíba que pretendiam disputar para deputado estadual: Walter Ferreira do Nascimento (PSDB) e Gilmara Gonçalves (PSC) não conseguiram sucesso e estão fora das eleições.
No PT, o barueriense Baltasar Rosa e o vereador carapicuibano Fábio Leite retiraram suas pré-candidaturas para deputado estadual, abrindo caminho para os colegas Agnério Néri e Isac Reis, respectivamente, de Barueri e Carapicuíba. Outro fato inusitado é que a sigla registrou três candidatos a deputado federal, além de João Paulo: o sindicalista Valdeci Chiranha (Barueri), o vereador Rubens Bastos (Osasco) e o militante Luiz Carlos Gomes (Carapicuíba). E, após muita polêmica, todos os pré-candidatos de Jandira desistiram do pleito – o vereador Geraldo Teotônio, conhecido como Gê; o ex-prefeito Paulinho Bururu; e o presidente municipal Júlio Eduardo de Limas, o Julinho.
Outro fato marcante é que o ex-candidato a prefeito de Osasco Délbio Teruel, do PDT, decidiu não concorrer para o cargo de deputado federal. Já o vereador Rogério Lins (PR) também retirou sua candidatura a deputado estadual.
Dentre os municípios da região, Osasco lidera no número de candidatos registrados: são 37 (16 para deputado federal e 21 para estadual). Carapicuíba aparece na sequência, com 16 postulantes (7 para federal e 9 para estadual). Já a posição de “lanterna” ficou para Pirapora do Bom Jesus, que até o momento possui um único candidato. Veja tabela completa abaixo.

OSASCO
Federal
João Paulo Cunha (PT)
Rubinho Bastos (PT)
André Sacco Junior (PSDB)
Bethy Polachini (PDT)
Patrícia Matos (PV)
Antônio Aparecido Toniolo (PRP)
Helton Bastos (PSOL)
José Walter (PCdoB)
Márcia Cleide (PTB)
Maluco Beleza (PHS)
Eder Alberto (PSL)
Jefferson Augusto Faria (PSL)
Luiz da Locadora (PSL)
José Francisco Macedo (PMN)
Severino José da Silva (PMN)
Roberto Pereira Torres (PPS)

Estadual
Marcos Martins (PT)
Valmir Prascidelli (PT)
Celso Giglio (PSDB)
Ana Paula Rossi (PMDB)
Luiz Arraes (PDT)
Ricardo Borges (PDT)
Altair Gouveia (PV)
Osvaldo Verginio (PR)
Mário Luiz Guide (PSB)
Regina Lúcia (PRP)
Alexandre Lourenço (PRP)
Alexandre Castilho (PSOL)
Márcia Tavares (PSOL)
Zé Roberto (PCdoB)
Amarília Vieira (PTB)
Valdomiro Ventura (PSL)
Adalberto Viera Bonilha (PSL)
Daniel Pereira de Camargo (PSL)
Elissandro Márcio Silva (PSL)
Gustavo Henrique (PSL)
Márcio Antonio de Almeida (PSL)

CARAPICUÍBA

Federal
Luiz Carlos Gomes (PT)
Fernando Chucre (PSDB)
Salim Reis (DEM)
Tânia Ferreira (PV)
Zé Amiguinho (PSB)
Professor Sandro (PSOL)
Gledson Marques (PSL)

Estadual
Isac Reis (PT)
Marco Antonio Soares (PT)
Marcos Neves (PSC)
Tadeu Morais (PDT)
Paulo Celegato (PSB)
Edmar Salém (PRP)
Osmar Negreiros (PSOL)
Maria Madalena (PSL)
Wilson da Paixão (PSL)

BARUERI

Federal
Valdeci Chiranha (PT)
Bruna Furlan (PSDB)
Saulo Góes (PDT)
Denivaldo Carvalho (PHS)
Bruno Correia (PHS)
Lindalva Maria Dias de Jesus (PSL)

Estadual
Gil Arantes (DEM)
Agnério Néri (PT)
Waldir Agnello (PTB)
Jânio Gonçalves (PMDB)
Ibraim  (PMDB) – Deficiente Físico
Jadis (PSOL)
Antônio Loriato (PSL)
Romildo da Silva Oliveira (PPS)

ITAPEVI

Federal
Marcos Ferreira Godoy – Teco (PV)
Maurício Costa (PSOL)

Estadual
João Caramez (PSDB)
Reginaldo Carneiro de Moura (PT)
Zilmar Santos (PRP)
Alex da Mata (PSOL)

JANDIRA

Federal
Cristiano Pedro da Silva (PMN)

Estadual
Wilson Coelho (PDT)
Paulo Barufi (PV)
José Henrique (PSOL)
Everaldo Duarte Oliveira (PSTU)

COTIA

Federal
Sidnei Martins (PCdoB)
Raimundo Rodrigues de Oliveira (PSL)
José dos Reis Machado (PMN)
Sidnei Dutra (PMN)

Estadual
Quinzinho Pedroso (PDT)
Damião Carlos (PSOL)
Gilmaci Santos (PRB)
Guito Junqueira (PPS)

SANTANA DE PARNAÍBA

Federal
José Carlos Moura Foryan (PMN)

Estadual
Oswaldo Boreli (PSDB)
Otto Stuk (PRP)
Fátima Barbosa (PCdoB)

PIRAPORA DO BOM JESUS

Estadual
Ronaldo Ferreira da Costa (PPS)

Fonte: Jornal Diário da Região – Veja Texto Original

Pedágio mais caro começa a ser cobrado hoje nas estradas

Vista da Rodovia Castelo Branco

Entram em vigor hoje os novos valores de pedágio nas rodovias paulistas. As tarifas sofreram reajuste entre 4,17% e 5,21%, que fazem parte do contrato de concessão das estradas à iniciativa privada.


Na região Oeste, o motorista que circula pela Castelo passa a pagar R$2,90, contra os atuais R$2,80. Já na praça do Km 33, em Itapevi, o valor sobe de R$5,60 para R$5,80. E, no Rodoanel, a tarifa sobe de R$1,30 para R$1,35.

Fonte: Jornal Diário da Região

Jornal Diário da Região