Arquivos Mensais: julho \31\UTC 2009

Índice de Mortalidade Infantil de Barueri é o menor do Estado

barueri mortalidadeinfantil2009

Pesquisa oficial divulgada no final de julho/2009 pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados e Estatísticas), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, indica que Barueri tem o menor índice de mortalidade infantil em São Paulo, entre os municípios com população acima de 250 mil habitantes. Isto significa que, em cada mil crianças nascidas vivas, menores de um ano, somente 8,5 foram a óbito em 2008.  

 

Este coeficiente (8,5) equivale a 42 mortes, para 4.946 bebês nascidos vivos no ano passado. O que representa uma diminuição em Barueri de quase 80% em relação aos índices de 1980, ano em que o Seade iniciou este tipo de medição. O site do órgão estadual (www.seade.gov.br) divulgou também os números das cidades vizinhas: Carapicuíba (11,2), Cotia (12,9), Itapevi (12,8), Jandira (20,4), Osasco (12,8), Pirapora do Bom Jesus (17,3), Santana de Parnaíba (13,7) e São Paulo (12,0).

 

Esta conquista merece ser destacada, já que a taxa de mortalidade infantil é um dos principais indicadores utilizados na avaliação das condições de saúde de uma população e também da qualidade da assistência prestada às gestantes e aos bebês.  “Trabalhamos muito sempre em prol da melhor saúde pública e a favor da vida. Este índice é fruto de muito investimento e trabalho em benefício da população. Com toda essa dedicação, equipamentos e serviços de qualidade, estamos fazendo com que o serviço de saúde de Barueri se equipare aos dos melhores países de primeiro mundo”, comentou o prefeito Rubens Furlan. 

 

A redução da mortalidade infantil é uma das metas dos “Oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio” – nome que se deu ao conjunto de iniciativas a serem realizadas num ambiente de cooperação global pelo desenvolvimento sustentado dos países – do qual Barueri é signatário. E o município está cumprindo amplamente esta meta estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Fonte: www.barueri.sp.gov.br  Secretaria de Comunicação Social

Concurso Prefeitura de Racharia SP 2009 com 82 vagas para diversos cargos

A inscrição deverá ser efetuada no período de 30 a 31 de julho de 2009 e 03 a 07 de agosto de 2009, das 8:30 às 17:30 horas, pessoalmente ou por procuração, exclusivamente na Secretaria Municipal de Administração, à rua Marcilio Dias, nº 719, centro, Rancharia – SP.
O concurso visa o preenchimento de 82 vagas de diversos cargos, mais as que surgirem dentro do prazo de validade, que é de dois anos prorrogável por igual período.
Para mais detalhes, leia o edital do concurso público ou acesse o site da Prefeitura.
Veja também todos os “Concursos municipais”, “Concursos estaduais” ou clique nos marcadores localizados na barra lateral à direita para ver todos os concursos correspondentes, como “Concurso em …(mês x)”, “Concurso federal”, “Paraestatais”, etc. ou, ainda, utilize a caixa de “Pesquisa Personalizada” do Google, ao lado, para pesquisar concursos publicados no blog.

Estado e Prefeitura garantem estágio a 2,5 mil alunos

Após capacitação, alunos selecionados pelo Programa Jovem Tec farão estágio em informática.

Prefeito Gilberto Kassab, governador José Serra e secretário Guilherme Afif Domingos (Emprego e Relações do Trabalho) durante lançamento do Jovem Tec

Prefeito Gilberto Kassab, governador José Serra e secretário Guilherme Afif Domingos (Emprego e Relações do Trabalho) durante lançamento do Jovem Tec

O Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo lançaram nesta segunda-feira, 27, o “Jovem Tec”, programa que, até 2010, vai encaminhar 2,5 mil jovens da rede pública estadual de ensino a estágios na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Cadastrados no Programa Jovem Cidadão, da Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho, os estudantes selecionados receberão uma bolsa auxílio de R$ 450 e vão estagiar em unidades da Secretaria Municipal da Educação.

Antes de iniciarem o estágio, os estudantes serão gratuitamente capacitados por empresas parceiras do Programa, como Microsoft e Intel. “No Estado de São Paulo, nós temos cerca de 40 mil ofertas de trabalho na área de tecnologia e informática que não são preenchidas por falta de gente com qualificação. É nisso que estamos investindo”, disse o governador de São Paulo, José Serra, durante lançamento do programa. Ao fim do treinamento, os alunos, que já terão conhecimento sobre redes, softwares, sistemas de comunicação, montagem e manutenção de computadores, estarão habilitados para exercer atividades de suporte técnico em informática.

O objetivo é associar a teoria à prática e ampliar o acesso desses jovens ao mercado de trabalho. “Estamos aumentando a empregabilidade das pessoas e principalmente dos jovens”, completou Serra. Uma das exigências do Programa é que o aluno estagie em local próximo à sua moradia ou à escola onde estuda.

Para o secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho, Guilherme Afif Domingos, esta iniciativa rompe com uma das maiores dificuldades dos jovens estudantes brasileiros: a falta de experiência. “É uma oportunidade de primeiro emprego. O Programa vai proporcionar a convivência no mundo do trabalho numa área fascinante para a juventude, numa profissão que terá cada dia mais aplicação. Que sirva de estímulo para outras iniciativas”, disse.

Por meio de Projeto de Lei, as vagas do Programa serão gradativamente ampliadas. Em 2009, 200 jovens serão capacitados e contratados. Em 2010, esse número saltará para 2,5 mil. O programa será viabilizado com a assinatura de um termo de cooperação entre a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo, além de um protocolo de intenções firmado entre a Prodam (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo) e as empresas parceiras. Na ocasião, o Estado propôs à Prefeitura duplicar estas vagas, de 2,5 mil para 5 mil até 2010, o que vai depender de aprovação da Câmara.

O governador também anunciou que pretende implantar o programa no Estado, expandindo-o também para outras regiões, além da capital, em parceria com a Prodesp (Empresa de Tecnologia da Informação do Governo do Estado de São Paulo).

Os 28 primeiros jovens já foram selecionados e vão passar por capacitação no Centro de Educação Corporativa da Prodam. Depois, vão estagiar em escolas da Delegacia Regional de Ensino Ipiranga. “Proporcionar a formação técnica, proporcionar o estágio e a condição de aprendiz vai aumentar a motivação do aluno do ensino médio, que verá sentido naquilo que faz”, afirmou José Serra.

Formação

A capacitação terá carga horária total de 300 horas, que serão distribuídas em duas etapas. Na primeira, serão ministrados os conteúdos pertinentes aos cursos de Aluno Monitor (Microsoft) e Aluno Técnico (Intel). A duração dessa etapa será de dois meses, com aulas presenciais nas unidades de capacitação da Prodam. Nessa etapa, o aluno aprende a identificar, manusear e montar as partes que compõem o computador e adquire conhecimento em instalação e configuração de sistemas operacionais.

A segunda etapa da capacitação acontecerá simultaneamente com o estágio. Durante a semana, o aluno permanecerá quatro dias estagiando e um na unidade de capacitação para obter os conteúdos do curso IT Essencial (Cisco), com carga horária prevista de 80 horas presenciais. Essa etapa durará quatro meses.

Ao combinar aulas teóricas e práticas, o programa de capacitação permite ao aluno aplicar o que aprendeu em sala de aula em atividades de estágio. Ao final desse período de seis meses, o jovem poderá optar por prorrogar seu aprendizado por mais seis meses, perfazendo um total de um ano.

Danilo Neri Gomes, 19 anos, é estudante do ensino médio e foi um dos 28 primeiros jovens aprovados na seleção, realizada no dia 21 de julho, na unidade do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) Luz. “Gosto muito de mexer com computadores e, com o curso, poderei aprender muito mais, estagiar em grandes empresas, ajudar minha mãe e, futuramente, cursar uma universidade”, disse Gomes.

Mais de 60 jovens estudantes participaram da primeira seleção. Durante o processo seletivo, os candidatos assistiram à apresentação da proposta do programa, realizaram prova escrita, que incluía testes de português, matemática, conhecimentos específicos de informática e conhecimentos gerais. A última etapa foi uma entrevista com os selecionadores do CAT e da Prodam.

Jovem Cidadão

O Programa Jovem Cidadão, uma parceria do Governo de São Paulo com empresas, oferece a estudantes do ensino médio da rede pública estadual da Região Metropolitana de São Paulo a oportunidade de inserção no mercado de trabalho por meio de estágio remunerado em empresas. Cerca de 25% dos jovens que passam pelo programa são efetivados pelas empresas em que estagiaram.  O Programa foi instituído há nove anos e já beneficiou mais de 100 mil jovens.

Benefícios 

  • Capacitar os jovens na área de TIC
  • Proporcionar formação profissional e futura geração de renda.
  • Promover a inclusão digital.
  • Reduzir a evasão escolar.
  • Oferecer aos jovens melhores condições de empregabilidade.

 

Parceiros do Programa

Na Organização, Estrutura e Coordenação 

 

  • Secretaria Municipal de Modernização, Gestão e Desburocratização
  • Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho
  • Prodam – Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município
  • Secretaria Municipal do Trabalho

 

Na Capacitação

 

  • Cisco
  • Intel
  • Microsoft
  • Telefônica
  • Instituto Mauá
  • Prodam

 

No Estágio

 

  • Secretaria Municipal da Educação
  • Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município – Prodam

    Da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho

Fonte na web: www.sp.gov.br

Divulgador Voluntário: Jr. Holanda-Barueri/SP

 

Rede Globo mostra no SPTV ação contra a gripe suína em Barueri

Médica fala da palestra sobre a gripe suina

Médica fala da palestra sobre a gripe suina

O trabalho que está sendo realizado pela Secretaria de Saúde de Barueri na prevenção e atenção à gripe A H1N1, popularmente conhecida como gripe suína, ganhou destaque na grande mídia quando uma equipe de reportagem do noticiário SPTV, da Rede Globo de Televisão, esteve no município, no dia 24 de julho, sexta-feira, gravando uma palestra do médico sanitarista e especialista em saúde pública, Luiz Carlos Menegueti, da Vigilância Epidemiológica de Barueri.

 

No SPTV 2ª edição, do mesmo dia, o apresentador Carlos Tramontina mostrou imagens de médicos e enfermeiros da rede municipal de saúde, na sala de reuniões da Secretaria, ouvindo atentamente Menegueti que realizava um treinamento específico com esses profissionais sobre como identificar e realizar os procedimentos corretos para o atendimento às pessoas com sintomas de gripe em geral. Eles também tomaram conhecimento dos protocolos atuais sobre o fluxo de atendimento dos pacientes suspeitos de gripe A(H1N1) e das condutas clínicas necessárias.

 

O repórter Jean Raupp ouviu Menegueti e o coordenador da vigilância em Saúde de Barueri, médico Gilberto Ambrogini, que passaram mais detalhes sobre essa ação. Depois foi mostrada uma consulta a uma criança no Pronto-Socorro Infantil, cuja mãe preocupada foi tranqüilizada pela médica pediatra que não diagnosticou nenhum tipo de gripe.

 

Impressionado com as modernas instalações daquele serviço o jornalista fez questão de mostrar no vídeo o saguão de espera e o corredor dos consultórios do PSI, enquanto informava que em todas as unidades de saúde de Barueri é realizada uma triagem que separa os pacientes com sintomas de gripe em geral dos outros. “No Pronto-Socorro Infantil, que atende cerca de 600 crianças por dia, oito entre dez pacientes apresentam sintomas de gripe comum”, disse.

Fonte: www.barueri.sp.gov.br  Secretaria Comunicação Soical de Barueri/SP

Saúde confirma mais duas mortes da gripe em Osasco

Segundo Vigilância Epidemiológica, pacientes faleceram no dia 19, em unidades da rede municipal, mas contágio só foi confirmado após a morte. Os dois tinham doenças que agravaram o quadro. Com essas mortes, sobe para 5 o número de vítimas fatais da doença na cidade

Foram confirmadas, na tarde de ontem, mais duas mortes em decorrência da gripe A (H1N1) em Osasco. Os dois pacientes, um homem de 37 anos e uma mulher de 57 anos, estavam internados em unidades da rede municipal de saúde e faleceram no dia 19 de julho, mas a contaminação pelo vírus da nova gripe só foi confirmada nesta segunda-feira pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde.

Ainda de acordo com a Vigilância, as duas pessoas apresentavam fatores que contribuíram para o agravamento do quadro clínico. Os nomes, locais de residência, doenças preexistentes e em quais unidades essas pessoas foram atendidas não foram divulgados pela prefeitura.

A Vigilância informou ainda que familiares e pessoas que tiveram contato com as duas vítimas estão sendo monitorados pela Coordenação de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e passam bem.

Com esses dois casos, sobe para 5 o total de vítimas fatais da gripe suína em Osasco. O primeiro caso foi confirmado em 10 de julho e envolveu uma menina de 11 anos, que faleceu no dia 30 do mês passado, no Hospital Sino Brasileiro. O segundo caso foi um rapaz de 21 anos, também internado no Sino Brasileiro, e que faleceu em 11 de julho. Este foi outro caso de contaminação confirmado após a morte, em 16 de julho. Já o terceiro envolveu uma moça de 22 anos, que estava internada, já com diagnóstico da gripe, no Hospital Regional de Osasco, e que faleceu no dia 21 de julho.

Osasco registra, desde o início da epidemia, em abril, 28 casos confirmados da doença, incluindo essas cinco mortes. Há ainda 34 casos em monitoramento.

De acordo com a prefeitura, um pacote de ações para combater e prevenir a doença está em andamento. Dentre as medidas estão o treinamento de profissionais da rede municipal de saúde sobre as atualizações no protocolo do Ministério da Saúde para atendimento dos casos e três barracas. Além disso, três barracas, cedidas pelo Exército, estão funcionando diariamente, das 9 às 19 horas, no
Hospital Municipal Central Antônio Giglio e nos Pronto-Socorros do Jardim Santo Antônio e Helena Maria – as três unidades de maior movimento na rede municipal – para triagem dos casos.

Também como forma de prevenção, a volta às aulas na rede municipal de educação, que aconteceria no dia 27 de junho, foi adiada para a próxima segunda-feira, 3 de agosto. E profissionais da Educação foram treinados sobre as formas de prevenção e como identificar crianças com sintomas na rede.
Foi colocado ainda à disposição da população o telefone 08007744644, com ligação gratuita, para esclarecimentos de dúvidas sobre a doença.

Fonte: www.webdiario.com.br  Jornal Diário da Região.

Acessa SP inaugura sala para crianças de até 11 anos

Programa cria espaço para estimular o aprendizado e oferecer opções de lazer via internet, batizado de Acessinha SP.

Acessinha SP: estimula o Aprendizado e Opções de Lazer Via Internet para as crianças

Acessinha SP: estimula o Aprendizado e Opções de Lazer Via Internet para as crianças

Acessa SP, programa de inclusão digital do Governo de São Paulo, inaugura nesta segunda-feira, 27 de julho, o “Acessinha SP”, uma sala especialmente dedicada aos usuários de até onze anos de idade. O uso do espaço, no posto do Parque da Juventude, zona norte de São Paulo, é totalmente grátis.  

Com a sala, as crianças vão dispor de um local exclusivo para a iniciação à informática. São onze computadores num espaço onde o uso da internet vai estimular o desenvolvimento da coordenação visual e motora, a criatividade e a iniciativa. De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, dois monitores irão orientar os pequenos usuários, explicar a função de cada parte do computador e os cuidados necessários ao usar o equipamento. 

O objetivo é que as atividades no “Acessinha SP” despertem a curiosidade das crianças para que conheçam outros universos, além daquele em que vivem. Para isso, os monitores vão ensinar a fazer pesquisas informatizadas e acessar sites educativos. Além disso, também serão realizadas atividades como leituras lúdicas, exercícios de compreensão de palavras, oficinas e cursos adequados à faixa etária – o que fará da sala um espaço de ensino e aprendizado constantes.

“O Acessinha vai realizar um trabalho de iniciação à informática e à tecnologia, possibilitando a inclusão digital e social de crianças que não têm computador”, diz o Secretário de Gestão Pública do Estado, Sidney Beraldo. “Com o acesso gratuito à internet, monitorado e orientado de acordo com a faixa etária, a criança conseguirá construir recursos para se tornar um cidadão responsável e comprometido”, completa o secretário.

O atendimento no espaço para as crianças segue a fórmula padrão do Acessa SP: cada usuário tem direito a 30 minutos de navegação por acesso. Quando o tempo acabar, é preciso pegar uma senha e voltar ao final da fila.

Projeto social

A necessidade da sala surgiu porque o posto é freqüentado pelas crianças do Centro para a Criança e Adolescente Zaki Narchi, um projeto social desenvolvido pela ONG Croph – Coordenação Regional das Obras de Promoção Humana, em conjunto com a prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Os integrantes do projeto são moradores do Conjunto Habitacional Zaki Narchi e já usavam o posto uma vez por semana. Com a nova sala, não somente estas, mas qualquer outra criança interessada – até 11 anos de idade – poderá navegar na internet num ambiente especialmente preparado para estimular a aprendizagem e o lazer via computador.

Para Elenir Aparecida Martins, que mora no Conjunto Habitacional e têm 4 filhos que freqüentam o Acessa SP, a nova sala vai ser um estímulo a mais para manter as crianças longe das ruas. “Pra gente, que não tem condições de ter computador em casa, é muito bom.

Antes eu não tinha sossego, nunca sabia onde as crianças estavam”, diz a dona-de-casa. “Agora eles acordam de manhã sem nem precisar chamar para ir para o projeto e no dia que vão mexer com a internet, eles ficam até mais motivados. Quando voltam, eles contam que brincaram bastante”.

As crianças cuidadas pela Croph normalmente vão ao posto no Parque da Juventude uma vez por semana, às terças-feiras. Mas as atividades do Acessinha estarão disponíveis para todas as crianças interessadas de segunda a sexta-feira, das 8 da manhã às seis da tarde.

Programa Acessa São Paulo

O Acessa São Paulo, vinculado à Secretaria de Gestão Pública e gerido pela Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), oferece acesso às novas tecnologias da informação e comunicação, em especial à internet, contribuindo para o desenvolvimento social, cultural, intelectual e econômico dos cidadãos. 

Atualmente, o programa está presente em 440 cidades, dispõe de 499 postos, com 3.832 computadores e 935 monitores. Desde que foi lançado, em julho de 2000, já foram cadastrados 1,68 milhão de usuários em todo o Estado e mais de 38 milhões de atendimentos foram realizados.

O atendimento nas unidades do Acessa São Paulo é gratuito, e cada usuário tem direito a 30 minutos de navegação por acesso.

A meta do Governo do Estado é levar o Programa Acessa São Paulo para todas as prefeituras paulistas interessadas.

Fonte na Web: www.sp.gov.br  Governo Estado de São Paulo

Presidente da Ferrari visita Massa em hospital

Massa sofreu um grave acidente na Hungria Foto EFE

Massa sofreu um grave acidente na Hungria Foto EFE

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, visitou o brasileiro Felipe Massa nesta segunda-feira, por volta das 6h40 (horário de Brasília), no Hospital Militar de Budapeste, na Hungria. O dirigente conversou com médicos e familiares do piloto e prometeu se pronunciar futuramente, em italiano e inglês.

Hospitalizado desde o último sábado em decorrência de um acidente sofrido no treino classificatório para o GP da Hungria, Massa passou por cirurgia para retirada de fragmentos ósseos do rosto e se recupera de uma concussão e de fraturas no lado esquerdo da testa e na base do crânio.

Nesta segunda-feira, Massa passou por nova tomografia, que não indicou mudanças significativas no quadro clínico do piloto. O fato foi considerado positivo pelos médicos que cuidam do caso do brasileiro.

Atingido na região do olho esquerdo por uma mola que se desprendeu do carro de Rubens Barrichello, Massa está em coma induzido desde que chegou ao hospital.

O procedimento, que a princípio deve ser mantido até terça-feira, foi tomado para acelerar recuperação das lesões sofridas pelo piloto e evitar inchaço na região.

Assim como no último domingo, Massa foi acordado para a realização de novos exames e testes. Mas uma vez o brasileiro respondeu ao todos os estímulos e movimentou pernas e braços, o que indica ausência de danos motores e neurológicos.

Nesta semana Massa poderá ser removido do Hospital Militar de Budapeste para a clínica Pitié-Salpêtrière, em Paris. O centro médico pertence a Gerard Saillant, médico que já cuidou do alemão Michael Schumacher e do atacante Ronaldo e tem acompanhado o ferrarista desde sua internação. O pedido pela remoção de Massa para a França teria partido de Jean Todt, ex-chefe da escuderia italiana.

Fonte Internet: Redação Terra

Serra entrega 448 imóveis na zona leste de São Paulo

'Muito importante, daqui em diante, vai ser a maneira de viver aqui. Uma boa organização dos moradores é fundamental para que este bonito conjunto seja mantido desse jeito', afirmou Serra

'Muito importante, daqui em diante, vai ser a maneira de viver aqui. Uma boa organização dos moradores é fundamental para que este bonito conjunto seja mantido desse jeito', afirmou Serra

Desde 2007, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 180 milhões na região e beneficiou mais de oito mil famílias com novas moradias e obras de urbanização.

O governador José Serra e o secretário da Habitação e presidente da CDHU, Lair Krähenbühl, fizeram nesta quarta-feira, 22, a maior entrega de imóveis do ano na zona leste da cidade de São Paulo até o momento. São 448 novos apartamentos da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano – CDHU, construídos em sistema de mutirão, divididos em quatro conjuntos habitacionais no bairro de Guaianazes. A maioria das famílias beneficiadas, 95%, tem renda até três salários mínimos. O prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, também participou do evento.

Os empreendimentos Guaianazes A26, A31, B17 e São Miguel Paulista E14 são frutos da cooperação entre a CDHU e movimentos sociais, dentro do “Programa Parceria com Associações e Cooperativas”. A Companhia investiu R$ 19,5 milhões na construção dos conjuntos, erguidos em sistema de mutirão com participação das próprias famílias beneficiadas. Além de repassar os recursos para as obras, a CDHU elaborou o projeto executivo, realizou a infraestrutura e supervisionou a construção. Os movimentos sociais ficaram responsáveis pela indicação das famílias, contratação de assessoria técnica e mão-de-obra especializada e a administração dos trabalhos.

“Muito importante, daqui para em diante, vai ser a maneira de viver aqui. Nós vamos precisar de toda a infraestrutura, já temos escolas e a prefeitura está construindo creche. Ao mesmo tempo, é importante uma boa organização dos moradores e isto é fundamental para que este bonito conjunto seja mantido desse jeito, especialmente esse aqui que é verde e branco”, afirmou Serra, que torce pelo Palmeiras.

As entidades participantes dos projetos foram: Conselho das Associações Amigos dos Bairros de São Miguel Paulista, Itaim Paulista e Ermelino Matarazzo; União Popular de Moradia Adão Manoel Silva e Federação da União de Igrejas Evangélicas no Brasil. Cada apartamento possui entre 43,5 e 51,1m² de área construída, separados em dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Os conjuntos serão entregues com toda a infraestrutura de água, esgoto, energia elétrica e telefonia. Eles contam, ainda, com uma quadra poliesportiva e dois playgrounds.

“Somente na capital, já beneficiamos até agora 17.543 famílias, seja por meio de novas moradias ou obras de urbanização, num investimento de R$ 456 milhões. E ainda estamos fazendo mais 19 mil moradias, totalizando R$ 620 milhões”, disse o secretário Krähenbühl.

Dos 448 imóveis, 427 (95%) são destinados a famílias que têm renda mensal entre um e três salários mínimos. Esse segmento da população geralmente é excluído do mercado imobiliário por não conseguir arcar com os financiamentos. É justamente para garantir o direito à moradia destas pessoas que o Governo do Estado promove uma política habitacional de interesse social. Por isso, as famílias de Guaianazes terão as prestações subsidiadas, calculadas com base em seus rendimentos, e ainda terão prazo de 25 anos para quitar o imóvel. O valor da menor prestação será de R$ 69,75, para quem recebe um salário mínimo. Quem ganha até três salários desembolsará no máximo 15% da remuneração.

O crescimento acelerado da zona leste de São Paulo transformou a região em uma das áreas de maior densidade populacional do Estado. Como resultado, a zona leste possui um dos maiores déficits habitacionais do município. Para atender essa demanda, desde 2007, a CDHU investiu mais de R$ 180 milhões em novas moradias e obras de urbanização. Esse montante já beneficiou cerca de oito mil famílias. Atualmente, a Companhia tem cerca de seis mil novas moradias em obras na região.

Outras ações da CDHU 

Desde 2007, CDHU atendeu 35.586 famílias em todo o Estado com moradias e obras de urbanização. Atualmente, estão em andamento obras que beneficiarão mais 64 mil famílias. Além desses investimentos, a Secretaria de Estado da Habitação também desenvolve um dos maiores programas de regularização fundiária do país. Por meio do Programa “Cidade Legal” o Governo do Estado está garantindo aos cidadãos paulistas o direito à propriedade. Até o momento, mais de 200 municípios aderiram ao programa para regularizar cerca de 1,2 milhão de imóveis.

Fonte na Web: www.sp.gov.br Portal do Governo do Estado de São Paulo.

SP oferecerá 40 mil vagas para cursos profissionalizantes gratuitos

Pela primeira vez, os alunos receberão bolsa auxílio; valor será de R$ 210,00

Para reduzir o índice de desemprego, o Governo, por meio do Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ), vai oferecer 40 mil vagas para cursos profissionalizantes gratuitos. Os alunos vão receber bolsa auxílio de R$ 210,00 – esta é a primeira vez que esse benefício será concedido pelo programa. 

“O importante é dar apoio ao trabalhador desempregado. Durante o período em que não está recebendo seguro desemprego, ele pode fazer um curso de qualificação com bolsa auxílio”, diz o secretário do Emprego e Relações do Trabalho, Guilherme Afif Domingos. “Ao final das aulas, a empregabilidade dele vai aumentar porque vai se tornar mais qualificado”, completa. 

Os cursos abrangem as áreas de vendas, administração, indústria, construção civil, telemarketing, limpeza, informática, segurança e atendimento ao cliente. Eles foram preparados de acordo com as demandas de cada município.

As inscrições podem ser feitas num Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) ou pelo site www.empregasaopaulo.sp.gov.br. Terão prioridade para conseguir uma vaga no curso trabalhadores de 30 a 59 anos, desempregado, sem seguro-desemprego, com família e ensino fundamental incompleto.

As aulas terão início em agosto. Além da bolsa auxílio, os alunos receberão lanche e material didático.

Fonte: www.sp.gov.br  Portal do Governo de São Paulo

Barueri evolui na qualidade do ensino público municipal

Escola Pública em Barueri-SP

Escola Pública em Barueri-SP

Barueri está evoluindo na qualidade de seu ensino público. Resultados da avaliação externa (Provão) realizada em junho na rede pública municipal atestam o investimento que a Prefeitura tem feito desde 2005 no setor. 

Implantado no ano passado pela administração municipal, o Provão busca mensurar o grau de qualificação educacional de cada unidade escolar, sendo que no caso das escolas de ensino fundamental, os estudantes realizaram uma prova aplicada por empresa idônea, especializada e conceituada no ramo. 

A sistemática dessa avaliação externa, realizada de maneira semestral, prevê que os docentes da unidade escolar, conforme o resultado alcançado, façam jus a um bônus salarial de até 50% do salário no mês da avaliação. Com isso, esta avaliação torna-se para os docentes das escolas melhores avaliadas, praticamente um 15º salário (premiação nos dois semestres por bons resultados). 

Nesta última avaliação, as 90 unidades escolares participantes conseguiram atingir média de 7,59 pontos, resultado acima do apurado no provão realizado no segundo semestre de 2008, quando a média foi de 7,10. 

Para o secretário de Educação de Barueri, Celso Furlan, os resultados do ensino na cidade e dos investimentos da Prefeitura no setor têm sido bastante satisfatórios e promissores. “Mais importante é a formação da cidadania. Continuamos nessa luta incansável de educar e trabalhar para que a educação em Barueri seja modelo para o Estado e para o Brasil”, afirma o secretário.

Segundo o secretário, a partir dessa realidade, o cenário futuro para Barueri torna-se bastante promissor, com as três unidades do ITB (Instituto Técnico de Barueri), Fatec, Etec e Senai, viabilizados pela Prefeitura, complementando o ensino fundamental mantido pela administração municipal. “E as empresas de Barueri terão profissionais de alto padrão, bem preparados, aptos para atender às exigências do mercado de trabalho”, diz Celso. 

Para o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, tudo é resultado de planejamento e de muito trabalho. “Desde 2005, temos intensificado os investimentos na Educação. “Desenvolvemos um sistema próprio de apostilas e material de apoio, construímos escolas novas, modernas e bonitas, para que os jovens gostem mais da escola do que da rua, e investimos muito na capacitação e premiação dos professores”, avalia Furlan. 

Outros destaques

Como boa amostra da qualidade do ensino em Barueri, o destaque também fica por conta dos resultados obtidos pelos estudantes da rede municipal nas Olimpíadas Brasileiras de Física e Matemática, nas edições 2007 e 2008, quando a cidade conquistou um número expressivo de medalhas de ouro, prata e bronze, além de uma considerável quantidade de menções honrosas. 

No Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), de 2008, Barueri teve resultado superior ao de cidades como Sorocaba, Guarulhos, São Bernardo do Campo e São Paulo, bem como a melhor da região oeste da Grande São Paulo. Os dados são oficias e constam da página do MEC na internet.

Fonte na WEB: www.barueri.sp.gov.br